Dani Black lança faixa inédita com vídeo orgânico: “Quando eu canto”

Dani Black
Foto: Reprodução / Youtube.
- PUBLICIDADE -
MAR ABERTO

Nessa sexta-feira (02), o cantor brasileiro Dani Black soltou “Quando eu canto”, seu primeiro lançamento autoral desde dezembro, quando lançou a canção “Estou Aberto”, como você pôde acompanhar aqui na Nação da Música. Até agora, a faixa está disponível somente em formato de lyric video, em seu IGTV e canal do Youtube, ilustrado com fotos de flores e da natureza.

- PUBLICIDADE -
MAR ABERTO

Em seu Instagram, o cantor anunciou a faixa e convidou os ouvintes: “Pra sentir o que acontece dentro de mim quando eu canto é só deixar essa poesia te levar”. A letra de “Quando eu canto” é extremamente honesta e reflexiva, com versos como “Quando eu canto, tudo se ilumina, desde a mina mais escura, tudo muda de figura” e “Quando eu canto, tudo mostra meu encanto, a minha ostra abre para o mundo”.

- PUBLICIDADE -

Na quarta (30), o cantor lançou um cover do hit “Agora Só Falta Você” de Rita Lee, sobre o qual você pode ler aqui na NM. A faixa “Quando eu canto” é o primeiro vídeo de uma playlist intitulada “FLUXO” que Dani Black linkou na descrição do vídeo, convidando que o ouvinte “Siga o fluxo”.

- PUBLICIDADE -

No player ao fim dessa matéria, você pode conferir o lyric video de “Quando eu canto” no Youtube do cantor Dani Black.

- PUBLICIDADE -

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Dani Black, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.

Estudante de jornalismo, não-binárie e apaixonade por música. Sempre aberte para ouvir qualquer gênero, artista ou década. O universo do pop, principalmente hyperpop, k-pop e synthpop, é onde eu vivo e sobrevivo.