Em show realizado em Dubai, na última quarta-feira (14), o vocalista e guitarrista da banda britânica “The 1975”, Matty Healy, desceu do palco durante a apresentação da música “Loving Someone” e beijou um fã que havia pedido o músico em casamento.

Na Arábia Saudita, leis homofóbicas proíbem relações de pessoas do mesmo sexo, classificando a existência da comunidade LGBTQ como “imoral” e indecente”. E a pena para pessoas pertencentes ao grupo engloba desde sentenças de 10 anos de prisão a até mesmo execução e castigos corporais.

O cantor, que já afirmou em entrevista sentir atração por homens, escreveu em seu Twitter após o show: “Obrigada Dubai, vocês foram incríveis. Eu não acho que teremos permissão para voltar aqui devido ao meu ‘comportamento’, mas saibam que eu te amo e não faria nada diferente se me dessem a chance de mudar”. E deu sequência ao tweet, publicando em seguida: “Mas quem sabe, talvez eles me deixem voltar, vamos esperar pra ver :)

Os músicos britânicos apoiam a causa LGBTQ+ e chegaram, inclusive, a ajudar financeiramente a construção do primeiro centro da comunidade na cidade de Londres.

Não é a primeira vez que uma banda protesta contra leis extremistas quando o tema é direitos iguais. A banda Rammstein, também demonstrou indignação na Rússia, como mostramos aqui

Deixe seu comentário no final dessa publicação, marque seus amigos que também curtem The 1975, acompanhe a nossa agenda de shows e a Nação da Música através do Twitter, Facebook, Instagram e Spotify. Muito obrigado pela visita e por ler essa matéria!