paramore

Sabadão está aí, e eu resolvi falar um pouco sobre uma banda que eu, você, todos nós, já devemos ter gostado em momento nesses 10 anos. Paramore lançou o seu primeiro disco em julho de 2005, mas ele não é a dica de hoje.

Lançado em abril de 2013, “Paramore”, o quarto disco da banda, foi a primeira gravação desde a saída de Josh e Zac Farro, e pode ser descrito como a reintrodução da banda para todos nós. Hayley Williams, a vocalista, durante uma entrevista comentou que “No final, parecia que éramos uma nova banda”, e realmente, é isso que eu sinto quando ouço esse álbum. Ele foi um divisor de águas entre os fãs, pois alguns não aceitaram essa mudança – e até hoje não curtem muito o disco, mas eu acredito que ele é uma evolução boa da banda. 

Melhor música: Infelizmente não consigo decidir entre “Still into You” ou “Ain’t Fun”. O “Interlude: Moving On” também vale a atenção. 

Ponto Forte: Acredito que o ponto forte é ver tudo o que a banda passou nos anos anteriores ao lançamento do álbum e como eles se reergueram, amadureceram e continuaram a fazer o que já sabiam fazer bem. O disco continua tendo punk-rock, com letras sobre amor, sobre o futuro e situações da vida, que muita gente pode se identificar. Além disso, o grupo brinca com uma mistura de estilos, o que faz com que qualquer um, possa gostar de pelo menos, uma de suas músicas. Por sinal, ótimas músicas para shows ao vivo. 

Ponto Fraco: O foco não está inteiro no rock como nos álbuns anteriores, então acredito que o ponto fraco seja mais de opinião pessoal mesmo. 

- PUBLICIDADE -

Não deixe de curtir a nossa página no Facebook, e acompanhar as novidades da Nação da Música. Ouça “Paramore”: