Entrevistamos Alessia Cara sobre próximo disco e música brasileira

ALESSIA CARA
Foto: Shervin Lainez
- PUBLICIDADE -
MAR ABERTO

Em meados de julho, a cantora Alessia Cara marcou o retorno à música com dois lançamentos simultâneos: “Sweet Dream” e “Shapeshifter”. Ambas os singles estarão no próximo disco de estúdio da canadense, que ainda não possui título anunciado.

- PUBLICIDADE -
MAR ABERTO

O novo trabalho será sucessor de “The Pains of Growing”, que foi lançado no ano de 2018 e possui singles como “Growing Pains” e “Trust My Lonely”. A Nação da Música teve a oportunidade de conversar com Alessia Cara via Zoom sobre o lançamento das músicas inéditas, a influência da Bossa Nova no álbum que está por vir e também sobre a gravação dos videoclipes.

- PUBLICIDADE -

Entrevista por Marina Moia
————————————– Assista ao vídeo da entrevista com legendas:

- PUBLICIDADE -

————————————– Leia a íntegra:
Recentemente, você retornou à música com dois novos singles, duas ótimas músicas devo dizer. Eu acredito que exista uma razão para você ter lançado as duas juntas. Poderia nos explicar por que decidiu lançá-las juntas?
Alessia Cara: Sim! Eu estava ouvindo o projeto todo, quando eu já tinha terminado e tinha todas as músicas e percebi que haviam dois temas. Havia muita coisa pesada e também muita coisa leve. Muitas músicas tristes, mas também muitas músicas mais felizes. Eu percebi que precisa lançar duas músicas para representar esses dois lados do projetos, o mais sombrio e o mais leve. Até mesmo na questão instrumental e de produção, tem muitas músicas mais animadas e agitadas e também algumas mais lentas e emotivas. Sinto que “Sweet Dreams” e “Shapeshifter” são opostas e representam muito bem os dois lados do álbum.

- PUBLICIDADE -

Ambos os videoclipes são muito coloridos e em “Shapeshifter” você atua bastante, tem vários personagens e é um vídeo bem divertido. Quão importante é para você se expressar visualmente nesses videoclipes? E como foi gravar os clipes dessa vez?
Alessia Cara: Foi tão divertido! Acho que foi a vez que eu mais me diverti gravando um videoclipe porque eu pude ser vários personagens diferentes, usar várias roupas divertidas e deixar meu cabelo de um jeito diferente. Foi muito legal. Foi muito desafiador e muito difícil, mas também muito divertido. Então minha experiência foi muito positiva ao gravar.

Ainda sobre “Shapeshifter”, eu li que você a escreveu na mesma sala que Amy Winehouse compôs o álbum “Back to Black”! Como foi ter essa experiência?
Alessia Cara: Foi tão, tão incrível! Eu estava muito emocionada de estar no lugar em que sei que ela compôs todas as minhas músicas favoritas. Tem algo muito louco em estar na sala onde as músicas que fizeram você querer fazer música foram criadas. Eu senti a mesma coisa quando estive no Abbey Studios, onde os Beatles gravaram as músicas deles. Tem muita história nesses lugares, então eu me senti muito honrada de estar lá. Eu só pensava que se ela estivesse me observando de algum lugar, que ela estivesse orgulhosa do que eu estava fazendo ali.

- PUBLICIDADE -

Eu preciso perguntar sobre o novo disco. Os fãs estão doídos para saber mais sobre ele. Pode nos contar sobre o que está por vir? Em questão da sonoridade, se vai ter alguma colaboração, ou até mesmo o título, não sei?! O que podemos esperar?
Alessia Cara: Será um álbum longo. Serão muitas músicas. Tem muita diversão. Muitas músicas mais agitadas, o que é novidade e bem diferente para mim. Tem um pouco de influência da Bossa Nova porque eu amo o Brasil e amo Bossa Nova. Na verdade, eu faço referência ao Brasil nas letras, então… Tem muito do Brasil neste álbum porque eu tenho ouvido muita música brasileira. É o meu projeto favorito que eu já fiz até agora e eu espero muito que todo mundo goste dele também.

Ano passado, acredito, você publicou um vídeo cantando um pouco de Bossa Nova, com um português incrível, aliás, e os fãs piraram! Eu nem sabia que você gostava de música brasileira até então. Você gosta de muitos artistas?
Alessia Cara: Sim, eu realmente amo a música brasileira. Sinto que é um tipo de música que realmente me acalma. Porque eu tenho a tendência de ser muito ansiosa, então se saio para andar, ou estou no carro, em aviões, eu geralmente coloco para ouvir. Sempre! Especialmente no verão. Não tem nada melhor do que sentar na varanda tomando café, ouvindo bossa. É tão bom! Então eu com certeza coloquei um pouco no álbum também porque eu sou muito fã.

- PUBLICIDADE -

Com certeza os fãs brasileiros vão ficar felizes que a nossa música te inspirou. Porque a gente ama quando o Brasil consegue inspirar, pelo menos um pouco, os nossos ídolos. Então tenho certeza que eles vão pegar as referências.
Alessia Cara: Eu espero que sim! Porque eu amo todos eles e é um tributo a todos.

Recentemente, você se apresentou nas Cataratas do Niágara e foi lindo! Como foi a experiência?
Alessia Cara: Obrigada! Foi muito divertido e desafiador. A gente estava num barco e foi difícil porque estava muito barulho e ficava balançando! Foi muito divertido e diferente de tudo que eu e minha banda estamos acostumados a fazer. Nos divertimos muito.

- PUBLICIDADE -

Eu acho, bom eu imagino porque eu não sou artista, que deva ser bom se apresentar depois de tantos meses sem pisar no palco, certo?
Alessia Cara: Sim, isso é tudo que eu sabia falar! Virava pra minha banda e falava “é tão doido que a gente esteja fazendo isso de novo!”. Fazia tanto tempo que eu não segurava um microfone ou usava ponto eletrônico, isso é tão legal! Algo que era uma atitude diária se transformou em algo estranho para mim de repente. Estou muito feliz de estar de volta e me apresentando novamente!

Agora que as coisas estão melhorando, você tem planos para shows e turnês?
Alessia Cara: Com certeza. Ainda não é um plano exato. Mas tenho muitos planos mentais para vários lugares que quero ir, mas depende de onde poderei ir. Mas espero que seja possível. Provavelmente será em 2022, eu diria. Mas ainda não tenho nada definitivo. Só estou esperando que tudo dê certo!

- PUBLICIDADE -

Os fãs brasileiros podem esperar shows aqui?
Alessia Cara: Eu espero que sim. Eu nunca fui ao Brasil e eu amo tanto! Eu amaria fazer uma turnê pelo Brasil! Mesmo que fosse uma mini turnê, com alguns shows. Eu preciso ir, já faz muito tempo!

Tenho certeza que você vai adorar e que os fãs irão amar também. Gostaria de mandar uma mensagem a eles?
Alessia Cara: Claro! Eu gostaria de conseguir falar mais coisas em português. Mas eu só sei cantar em português por enquanto. Preciso aprender mais frases. Olá, fãs do Brasil! Eu amo muito todos vocês! Vocês foram os primeiros a me apoiarem. Eu amo vocês! Mal posso esperar para cantar ao vivo para vocês. Tenho certeza que será incrível. Por favor esperem por mim. Será em breve, eu prometo!

- PUBLICIDADE -

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Alessia Cara, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.

Jornalista e apaixonada por música desde que se conhece por gente.