Entrevista: Echosmith fala sobre próximo disco “Inside a Dream”

Foto: Rene + Radka

O trio de irmãos Sydney, Noah e Graham Sierota, que formam a banda Echosmith, estão se preparando para lançar o segundo disco da carreira, intitulado “Inside a Dream”. O sucesso de “Talking Dreams”, de 2013, será divulgado no dia 29 de setembro pela Warner Bros. Records.

Sydney Sierota, vocalista do grupo, conversou com a Nação da Música sobre o novo trabalho, a gravação do videoclipe de “Goodbye” e também sobre os fãs brasileiros.

Entrevista feita por Marina Moia

————————————————————————————————————— Leia a íntegra

O novo álbum da Echosmith, “Inside a Dream”, será lançado no mês que vem. Você pode nos contar um pouco sobre ele e sobre o que os fãs podem esperar?
Sydney: 
Os fãs podem esperar a mesma banda, só que cinco anos mais velhos! Nós crescemos muito como pessoas e como um grupo. Passamos por algumas mudanças, mas ainda somos a mesma banda e continuamos os mesmos. Mas estávamos muito empolgados para testar coisas diferentes e queríamos evoluir neste novo disco, e foi o que aconteceu. Apenas nos divertimos com ele! Nós estamos muito felizes com esse álbum e mal podemos esperar para que todos o escutem!

Tem alguma música em especial do disco que você está mais empolgada para que todos ouçam?
Sydney: 
Muitas delas, digo, estou empolgada para que ouçam todas elas! [risos] Duas das minhas favoritas agora, provavelmente, são “Get Into My Car” e outra chamada “Everyone Cries”. Estou muito empolgada com ambas e acho que muitos irão se relacionar com elas!

O primeiro single, “Goodbye”, já está disponível nas plataformas digitais! Quais foram as inspirações para essa música?
Sydney: 
Sim! “Goodbye” foi muito divertida de escrever porque, na verdade, é bem simples musicalmente. Mas nós fomos e voltamos nela por tanto tempo para decidir como fazê-la. É engraçado porque, no final, acabamos usando apenas um violão na música toda, mas tentamos diversas coisas diferentes antes. Tentamos teclados, baixo, e tantas outras coisas para tentar preencher essa música! Mas nós acabamos voltando para as nossas raízes, que foi como escrevemos a maior parte das nossas músicas no geral. Foi uma coisa legal, cíclica, então foi divertido divulgarmos essa faixa primeiro.

A música, na sua mensagem, é inspirada em relacionamentos, seja romântico, amizade ou familiar. Uma relação onde a outra pessoa está realmente te machucando, não é nada saudável e você tem que decidir o que fazer. Acho que é algo que queremos falar com nossos fãs.

No videoclipe de “Goodbye”, vocês trabalharam novamente com Gus Black, que foi o diretor de “Cool Kids”. Como foi ter essa parceria novamente? É um videoclipe realmente muito bonito…
Sydney: 
Obrigada! Ele foi muito legal! Foi realmente uma situação divertida, confortável. Isso é muito importante, seja num clipe ou numa gravação, em qualquer momento criativo. É muito importante que você esteja confortável e que sinta que pode ser você mesmo ou quem você queira ser. Nós o conhecemos desde “Cool Kids” e ele nos conhece bem, então isso foi um aspecto muito divertido de gravar o vídeo. Nós apenas fomos nós mesmos, só que na frente de uma câmera! [risos] Fizemos também outro vídeo com ele, que será lançado muito em breve, e que também foi muito legal de fazer.

O primeiro álbum da banda se chama “Talking Dreams” e agora o próximo se chamará “Inside a Dream”. Conseguimos ver um tema em comum nos dois nomes. Possui um significado por trás ou foi apenas uma feliz coincidência?
Sydney: 
Sim, tem um significado por trás! Em “Talking Dreams”, nós estávamos tão empolgados com o álbum e com o que estava por vir para nós como banda. Era sobre o que nós sempre havíamos sonhado. Nós queríamos que tantas coisas boas acontecessem, como viajar o mundo e ter pessoas reconhecendo nosso trabalho…

[A ligação caiu e Sydney continuou a resposta]

“Talking Dreams” foi um disco inspirador de fazer… E agora queremos mostrar aos nosso fãs como somos gratos por tudo e como estamos empolgados para continuar este mesmo sonho pelo qual lutamos por tanto tempo para realizar. É incrível para nós que as pessoas comprem nossos discos e se importem com nossas músicas.

Com qual banda ou cantor/a vocês gostariam de colaborar no futuro?
Sydney: 
Nossa, são muitas pessoas com quem adoraríamos fazer uma parceria! Mas acho que as parcerias dos sonhos seriam, provavelmente, bandas como U2 e The Killers!

Logo Echosmith volta para a estrada, para as turnês! O que os fãs podem esperar? Brasil está nos planos?
Sydney: 
Estamos muito empolgados para começar porque [turnê] realmente é uma grande parte de quem nós somos e do que nós queremos fazer. Estamos ansiosos para nos conectar com as pessoas na vida real, conversar com nossos fãs, fazer contato visual durante os shows… Isso é o que turnê significa de verdade. Nós com certeza queremos muito ir ao Brasil, talvez no ano que vem, porque seria muito incrível! Recebemos muitas mensagens dos fãs brasileiros e queremos ir o mais cedo possível, até porque ouvi falar que é muito incrível!

Quer mandar uma mensagem para os fãs brasileiros?
Sydney: 
Sim! Quero agradece-los muito por todo o carinho e por se importarem tanto com nós e com a nossa música! Amamos vocês e mal posso esperar para conhece-los!

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte o Echosmith, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter, Spotify e Instagram.

COMPARTILHAR

Jornalista, bauruense de coração e apaixonada por música desde que se conhece por gente. Viciada em séries, amante de livros e colecionadora de batons coloridos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!