Depois de cinco anos sem um álbum inédito, Thirty Seconds To Mars divulgou seu mais novo disco de estúdio, intitulado “America”, no começo de abril. Quinto da carreira da banda, o trabalho vem com 12 faixas e colaborações de A$AP Rocky e Halsey.

“America” chega meses depois da apresentação memorável do 30STM no festival Rock in Rio, em setembro do ano passado. Na ocasião, o grupo se mostrou descontraído e trouxe um show cheio de interação, com o vocalista Jared Leto repetindo o ato de descer a clássica tirolesa do evento.

A Nação da Música teve a oportunidade de conversar com Jared Leto por telefone, enquanto a banda está de passagem pelo Europa com a nova turnê. Direto de Paris, o músico nos contou sobre um dos métodos de divulgação do trabalho, que foi viajar por diversas cidades dos Estados Unidos. “Foi uma experiência incrível, maravilhosa. Nós viajamos de trem, de avião, de carro, e passamos por lugares lindos da América”, falou. O objetivo da ação era não só divulgar o disco, mas também conversar com diferentes tipos de pessoas pelo país e conhecer suas histórias, segundo ele. 

Já sobre a experiência de voltar ao estúdio depois de cinco anos, Leto comenta que foi revigorante, principalmente depois de todo o tempo de trabalho que dedicaram ao álbum: “Escrevemos dezenas de músicas, tivemos que selecioná-las, então é muito bom ver que o disco está indo muito bem nas paradas. Dos nossos, é o que chegou na melhor posição até agora”.

Antes mesmo que eu falasse sobre o show do ano passado em nosso país, o vocalista mencionou o festival quando perguntei se ele se preocupa com a sonoridade das músicas ao vivo, enquanto ainda está no estúdio, compondo: “Não chega a ser uma preocupação, mas definitivamente pensamos nisso porque queremos sempre dar o melhor espetáculo possível para as pessoas, em shows como o Rock in Rio, por exemplo, que são enormes”.

“Foi uma das melhores noites das nossas vidas. É sempre incrível tocar no Brasil”, declarou Jared sobre a experiência de tocar aqui. Ele falou ainda que adoraria fazer uma colaboração com algum artista brasileiro ou até mesmo com a nossa sonoridade típica, tal como o samba. “Acho que poderia sair algo interessante, inusitado daí…”, disse.

- PUBLICIDADE -

O líder do 30STM não tem medo de demonstrar seu amor pelo nosso país enquanto conversamos. É, inclusive, um dos fatores que mais o deixa animado. Quando pergunto o que ele mais gosta do Brasil, Jared responde: “Gosto de tudo. Da comida, claro, das pessoas, mas também gosto de andar pelas ruas, conhecer os hábitos, ouvir a língua, ver as paisagens. A única coisa ruim do Brasil é que fica muito longe da gente, então nós não conseguimos visitar o tanto que gostaríamos”. Leto ainda contou que não pretendem demorar tanto assim para voltar.

Tanto que o foco do artista está totalmente na turnê mundial, que segundo ele está sendo a melhor que eles já fizeram na carreira, e na divulgação de “America”. A sua carreira no cinema, portanto, está em espera enquanto ele se dedica totalmente à música e ele contou que no momento não está se preparando para nenhum novo filme. Os dois últimos lançamentos que contaram com a participação de Jared foram “Blade Runner 2049”, ganhador do Oscar de Melhores Efeitos Visuais em 2018, e “Dívida Perigosa”, que é uma produção original da Netflix, que estreou em março.

Por fim, ao pedir um recado aos fãs brasileiros, Leto agradece ao apoio de sempre das pessoas de nosso país e promete mais uma vez: “Não vamos demorar para voltar! Amamos vocês!”.

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte Thirty Seconds To Mars, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter, Spotify e Instagram.


- PUBLICIDADE -