Entrevistamos Darfiny sobre lançamento de single “Veneno”

- PUBLICIDADE -
blank
Foto: Viny Cerchiari
@nacaodamusica

Nesta sexta-feira (24), a cantora Darfiny libera em todas as plataformas digitais o mais novo single “Veneno”, acompanhado de videoclipe. 

Depois de abandonar o mercado corporativo, a artista se jogou de vez no mundo musical, e possui uma agenda recheada de lançamentos para este ano. A Nação da Música conversou com Darfiny sobre “Veneno”, a mudança de profissão e também sobre a produção dos covers que costuma fazer.

Entrevista por Marina Moia.

—————————————— Leia a íntegra:
Oi, Darfiny! Obrigada por falar com a Nação da Música! Como está o coração com este novíssimo lançamento de “Veneno”?
Darfiny: Esse é o meu trabalho mais autêntico até aqui, o que faz esse ser o momento mais importante da minha carreira. Estou ansiosa para compartilhar tudo o que tenho dentro de mim com vocês.

O videoclipe imprime muito bem a mensagem da música, de empoderamento e sensualidade, poder e segurança. Como foram as gravações com Gustavo Arrais e Deivide Leme? Você gosta de participar desta parte criativa também?
Darfiny: Não só gosto como acho muito importante o artista participar de todas etapas do processo de produção do seu material. O videoclipe é o que vai traduzir a letra e fortalecer a mensagem, além de mostrar quem é o artista. A parte visual é muito importante para a construção de um trabalho coerente.

Cada detalhe do videoclipe foi pensado para expressar uma emoção e mostrar uma característica da minha personalidade. Fiquei muito feliz com o resultado e com a forma que os diretores imprimiram força, poder e sensualidade nesse material.

Você trabalhava no mercado corporativo e decidiu partir para a sua paixão, a música. Como foi tomar essa decisão? Qual o conselho você daria para quem quer seguir seus passos também?
Darfiny: É necessário muita força e coragem para trocar de profissão aos 26 anos, em plena ascensão na carreira. O mais difícil pra mim não foi tomar a decisão em si, pois estava muito segura do que eu queria, mas foi enfrentar o julgamento dos outros. “Você está louca, vai trocar o certo pelo incerto? Música não dá dinheiro, não é uma profissão e sim um hobbie.” Eu ouvi muito isso e até hoje encontro essas palavras nos olhares de alguns. O mais importante é estar segura, acreditar em si e ir em frente.

Música sempre foi a minha maior paixão, mas por conta da timidez eu tive que me preparar emocionalmente antes de me assumir como artista. Demorei muito tempo para estar pronta mas acredito que tudo acontece na hora certa. Hoje, madura, segura e preparada sinto que nunca estive tão feliz e realizada.

O conselho que eu deixo aqui é pra você nunca desistir dos seus sonhos e não ter medo de ir atrás deles. Só dá errado quando você deixa de tentar fazer dar certo.

Percebi que você gosta muito de fazer covers, tem vários deles no Youtube e Instagram, e você sempre consegue deixar com a sua cara. Como funciona pra você a parte criativa e de produção desses materiais?
Darfiny: É muito importante para o artista não parar de produzir conteúdo. Eu gosto dos covers, pois conseguimos imprimir nossa personalidade interpretando à nossa maneira a música de um outro alguém. Já vi uma música da Ariana Grande em versão super rock&roll, um funk virar sertanejo e por aí vai. É criativo. É positivo.

Ao produzir os meus eu procuro ser criativa na execução e/ou interpretação. Recentemente descobri um aplicativo que permite várias versões de você mesmo cantar uma música. Comecei a utilizar em algumas versões e o meu público gostou bastante. O segredo é não pararmos nunca de criar. Ser criativo é tão importante pro artista quanto cantar bem.

Com quem você gostaria de fazer uma parceria no futuro?
Darfiny: O meu maior sonho é um feat com Beyoncé. Pretendo sim expandir o meu trabalho internacionalmente, na hora certa, e quando esse momento chegar espero que ela me note [risos].

No meio do ano, teremos mais lançamentos, como a música “Me Veja”, com composição do Pelú. O que pode adiantar pra gente sobre essa faixa?
Darfiny: Essa música traz uma mensagem importante sobre autenticidade. “Me Veja” traduz uma personalidade forte em uma letra elegante e delicada, ao mesmo tempo em que me revela muito além do que o espelho mostra.

E o que mais podemos esperar de Darfiny? Pretende lançar um disco de inéditas?
Darfiny: Para esse ano estou preparando uma sequência de lançamentos autorais que farão parte de um EP.

Gostaria de deixar um recado aos leitores da Nação da Música?
Darfiny: Minha missão como artista é compartilhar mensagens e inspirar pessoas através da minha arte. Que esse trabalho toque o coração de vocês e que vocês possam sentir toda força e poder que eu quis transmitir com ele. Beijo grande!

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Darfiny, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.

- PUBLICIDADE -