Entrevistamos Metronomy sobre o novo single “Things Will Be Fine”

metronomy
Foto: Divulgação
- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

O grupo Metronomy lançou seu primeiro single de 2022 com “Things Will Be Fine”. A nova faixa ganhou um clipe exclusivo onde os integrantes da banda relembram sua vida na adolescência. O vídeo traz de forma nostálgica situações do cotidiano e passa uma mensagem de esperança.

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

Assim como o primeiro single “It’s Good To Be Back”, a nova música fará parte do álbum “Small World”, que será lançado em 18 de fevereiro. A Nação da Música conversou com o vocalista Joe Mounth sobre as novidades, o retorno aos palcos e possíveis shows no Brasil.

- ANUNCIE AQUI -

Entrevista por Mariana Rossi.
————————————– Leia a íntegra:
Vocês lançaram um novo single chamado “Things Will Be Fine”, poderia nos contar mais sobre a inspiração por trás da música?
Joe: Eu tenho dois filhos agora e os dois últimos anos foram tempos estranhos para se ter crianças. Eles sempre fazem perguntas de forma muito ingênua e perguntavam sobre o coronavírus e coisas do tipo. Eu acabava respondendo “Está tudo bem, não se preocupem.”. Não sabia se estava falando a verdade, mas eles acreditavam porque sou o pai deles. Então é sobre isso, sobre mentir para as crianças (risos).

- ANUNCIE AQUI -

Vocês gravaram um vídeo para a música e você disse que foi como uma sessão de terapia onde revisitaram suas versões mais jovens. Como foi o processo de gravação?
Joe: Foi engraçado porque os diretores pediram que listássemos algumas coisas do tipo “como nos sentíamos quando éramos adolescentes” para eles se inspirarem. Perguntaram o que queríamos fazer na época e todos já estavam obcecados por música. Foi muito interessante ver que todos na banda sempre queriam fazer isso. A parte mais terapêutica acredito que foi para o Michael, ele tinha porquinhos da Índia quando criança e para o vídeo fingiu ter um também, foi muito legal.

- ANUNCIE AQUI -

Outro single do álbum é “It’s Good To Be Back”, que também tem um vídeo divertido. Vocês dão ideias para os clipes ou deixam isso para os diretores?
Joe: Temos algumas direções, sabemos o tipo de clipe que queremos e também sinto que as pessoas gostam de nos ver sendo bobos nos vídeos. Falamos para o diretor que queremos aparecer e deixamos a sua imaginação fluir. Não o próximo vídeo, mas o seguinte é uma ideia completamente de outra pessoa, nada relacionado a nossas e acredito que isso pode levar a um grande videoclipe.

Então vocês já têm mais vídeos gravados?
Joe: Sim, depois de “Things Will Be Fine” nós já gravamos outros dois.

- ANUNCIE AQUI -

As duas músicas fazem parte do próximo álbum “Small World”. O disco traz alguma mensagem para os fãs?
Joe: Não necessariamente uma mensagem para os fãs, mas eu espero que eles gostem da música da mesma forma como sempre gostaram das músicas do Metronomy. Sinto que temos canções muito boas no disco. As letras são um pouco mais pessoais do que o normal, então talvez seja uma tentativa de sermos mais abertos com as pessoas.

E quais foram suas inspirações musicais para este álbum?
Joe: O que acontece quando estou escrevendo um álbum é que acabo retornando ao meu passado musical. Quando eu era mais novo e tocava bateria em uma banda, ouvíamos tipo um folk alternativo, como Cat Power. Ainda gosto muito das bandas daquela época e queria fazer um disco bem musical, então revisitei isso.

- PUBLICIDADE -

Logo vocês farão alguns shows nos Estados Unidos, Europa e Reino Unido. Como estão suas expectativas?
Joe: Estou muito animado! Não viajamos ou tocamos faz tempo e espero que as pessoas ainda estejam lá para nos assistir (risos). A pandemia fez todos pensarem sobre a vida, então espero que ninguém tenha decidido que odeia o Metronomy. Vamos descobrir.

Sobre a pandemia, a logística dos shows mudou muito? Ainda conseguirão sair e conversar com os fãs?
Joe: Acho que vai depender de cada lugar. Aqui na Inglaterra você precisa ficar de quarentena por 2 semanas se testar positivo. Se alguém positivar durante os shows, teria que ficar todo esse tempo fora. É mais seguro não sair, mas se mudarem as regras podemos voltar ao normal. Não tinha pensado nisso ainda e sei que quando viajamos para longe, como o Brasil, falar conosco significa muito para os fãs. Espero que possamos continuar fazendo isso.

- ANUNCIE AQUI -

Algum plano de retornar ao Brasil logo?
Joe: Espero que sim! Não sei se temos algo marcado no momento, mas é um dos lugares mais divertidos de tocar. Com certeza vamos voltar, não se preocupe. (risos)

Os artistas costumam falar que os fãs brasileiros são mais animados e calorosos, vocês sentem isso também?
Joe: Sim! O Brasil foi um dos primeiros países da América do Sul que visitamos e lembro como fiquei impressionado com o público em São Paulo. Viajar tão longe e ter essa resposta é incrível. Nós criamos uma certa relação com nossos fãs brasileiros e nos sentimos muito especiais quando estamos aí, não é assim no mundo inteiro.

- ANUNCIE AQUI -

Muito obrigada por falar com o Nação da Música, gostaria de deixar uma mensagem para os fãs brasileiros?
Joe: Sim, espero que vocês gostem do álbum e estejam tão animados quanto nós para um retorno ao Brasil. Obrigado!

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Metronomy, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e sua família. Não se esqueça que a vacinação contra a COVID já está disponível em todo o Brasil. Aqueles que já receberam a 1ª e a 2ª dose, lembrem-se de tomar a dose complementar e mesmo após vacinação completa, é necessário seguir as medidas de cuidado necessárias para contermos o coronavírus. Cuide-se!

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

Apaixonada por música, sempre com o fone de ouvido e procurando algum show para ir.