Especial: The Voice USA (18) – Audições às cegas chegam ao fim

- PUBLICIDADE -
The Voice
Foto: Youtube.

Segunda-feira foi a última noite de audições às cegas no The Voice, com os mentores cada vez mais exigentes, já que os times estão enchendo. Confira abaixo como foram as apresentações:

A noite começou com a bela performance de Micah Iverson, que escolheu a canção “All I Want”. Com forte influência do pop punk/emo, ele consegue chamar a atenção de Blake, Nick e Kelly, fazendo até com que John se arrependesse de não ter apertado seu botão. Apesar de Nick achar que tem vantagem, quem leva a melhor é Kelly.

Brittney sobe ao palco ao som de “Dancing on My Own” e consegue imediatamente fisgar John pelo controle e alcance de sua voz. No fim das contas, ele é o único técnico a virar sua cadeira, fazendo com que ela fosse automaticamente para seu time.

Um dos poucos participantes voltados para o country nesta temporada, Cam Spinks assume completamente o papel e apresenta “Wave on Wave”. Mesmo que sua escolha pareça óbvia, Kelly tenta uma chance e até consegue deixar o participante balançado, mas no fim das contas é Blake quem consegue levar o artista para seu time.

Com uma versão inusitada do clássico “Can’t Help Falling in Love”, Anders arrisca tudo e leva a melhor. Nick é o único a apertar seu botão e até mesmo destaca que a mudança no arranjo da canção foi o que chamou sua atenção. Anders é oficialmente um membro do Team Jonas.

Em um movimento bem inteligente, Mandi Castillo apresenta sua performance completamente em espanhol, com “Así Fue”. Nick, Kelly e John brigam por ela, que de fato parece confusa e bem dividida entre todos. Apesar de estar balançada, Mandi por fim escolhe o Team Legend como seu destino.

Blake consegue encher todas as vagas do seu time com Kailey Abel, que optou por apresentar “Forever Young”. Shelton foi o único a virar sua cadeira, mas isto não parece ter sido problema, já que ele enxergou bastante qualidade na participante.

E para fechar as portas do Team Kelly, chega Gigi Hess com “Lovesong”. A disputa não foi acirrada uma vez que apenas a cantora apertou seu botão, o que não diminiu o mérito de Gigi, que fez uma boa performance no geral.

Com um estilo meio Jason Mraz, Kevin Farris chega para completar o Team Nick. John também se vira, mas após Nick subir ao palco para cantar ao lado de Kevin, a disputa fica um pouco mais favorável para Jonas, que leva a melhor.

Para encerrar a noite e as blind auditions, Cedrice apresenta “Fever” e conquista o único técnico restante: John Legend. Os outros jurados aproveitam a oportunidade para elogios enquanto o Team Legend também está completo.

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam The Voice, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Facebook, Instagram e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - clique aqui e cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.

- PUBLICIDADE -