Gloria Groove explica tudo no Making Of do vídeo de “Bonekinha”

Gloria Groove
Foto: Rodolfo Magalhães / Divulgação.
- PUBLICIDADE -
MAR ABERTO

A cantora drag queen Gloria Groove liberou nessa sexta-feira (23) o Making Of para o vídeo da seu hit funk “Bonekinha” – que saiu no dia 18 de junho, como você pôde acompanhar aqui na Nação da Música.

- PUBLICIDADE -
MAR ABERTO

Nos bastidores, a cantora fala sobre suas inspirações estéticas, as etapas de gravação do clipe e conta um pouco mais sobre qual é o visual dessa nova era, do seu segundo álbum de estúdio “Lady Leste”.

- PUBLICIDADE -

“A estética final de Bonekinha que funde todos esses mundos aí, do fluxo, com as góticas, com as mandrakas, tudo isso me lembra muito a minha adolescência”, conta Gloria Groove no Making Of, enquanto mostra as diversas cenas do vídeo final. Misturando Y2K (a moda do começo dos anos 2000), emos e scene, com estilo dos anos 90, sem nunca esquecer a estética brasileira do funk, o vídeo de “Bonekinha” é uma homenagem às origens da artista, que afirma: “A fusão cultural era real na Zona Leste”.

- PUBLICIDADE -

Além da estética, uma parte desse vídeo dos bastidores trata das coreografias fortes vistas no videoclipe, com a coreógrafa Flávia Lima explicando suas inspirações.

- PUBLICIDADE -

No player ao fim dessa matéria, você assiste o Making Of de “Bonekinha”, primeiro single de “Lady Leste”, álbum futuro de Gloria Groove.

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Gloria Groove, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.

- PUBLICIDADE -
Estudante de jornalismo, não-binárie e apaixonade por música. Sempre aberte para ouvir qualquer gênero, artista ou década. O universo do pop, principalmente hyperpop, k-pop e synthpop, é onde eu vivo e sobrevivo.