Gorillaz: Conheça os personagens virtuais da banda

Depois de falarmos da origem e das pessoas reais por trás da banda Gorillaz, chegou a hora de contar mais sobre aqueles que estão à frente do grupo britânico: os personagens virtuais.

Os quatros integrantes principais são 2-D, vocalista e pianista, Murdoc Niccals, baixista, Noodle, guitarrista, e Russel Hobbs, baterista. Cada um deles veio de um canto diferente do mundo, de anos e gerações distintas, mas juntos conseguem dar uma bela identidade à banda.

Damon Albart e Jamie Hewlett, idealizadores da Gorillaz, criaram uma complexa história para os integrantes animados, que é dividida em várias fases. A primeira delas se passa entre os anos de 1998 e 2003 e começa com Murdoc acertando 2-D no olho direito, o que lhe causa uma paralisia cerebral. Dias depois, ele acerta o olho esquerdo de 2-D e isso faz com que ele saia do estado vegetativo e revele seus talentos musicais para o colega.

Murdoc e 2-D se mudam para a Kong Studios, em Essex, no Reino Unido, e Russel Hobbs se junta ao grupo, raptado por Murdoc, depois de todos seus amigos morrerem e ele adquirir os dons musicais de cada um.

Antes de Noodle, Gorillaz teve uma outra guitarrista, chamada Paula Cracker, ex-namorada de 2-D. A permanência dela na banda, assim como o romance, foi passageira, já que Russel logo flagrou Murdoc fazendo amor com ela no banheiro do estúdio. Os três integrantes remanescentes encontram a japonesa Noodle, a necessária guitarrista, depois de anunciarem na revista NME.

A segunda fase aconteceu entre os anos 2004 e 2007, após um hiato das atividades de um ano e meio, para que eles “pudessem respirar”. Cada integrante seguiu seu caminho durante esse período, mas logo decidiram reabrir o Kong Studios para a gravação de um novo álbum, “Demon Days”. Nesta fase, Gorillaz se apresenta em diversos shows e lançam muitos hits, como “Feel Good Inc.” e “Dirty Harry”.

Coisas estranhas também aconteceram nesta época, como assombrações no Kong Studios e a vontade de Noodle tirar umas férias, mas antes que ela possa fazer isso, ela é encontrada pelo governo japonês e dada como morta. Porém, logo é revelado que a guitarrista estava nas Ilhas Maldivas e autorizou que Murdoc criasse uma robô para substitui-la, o que acontece na terceira fase, entre 2007 e 2013.

Nestes anos, Murdoc fechou o Kong Studios e encontrou um lugar chamado Plastic Beach, no meio do Oceano Pacífico. Lá, ele decidiu gravar um novo disco, batizado com o nome do local e com a ajuda de Damon Albarn, The Clash e Cyborg-Noodle, a robô que ele criou a partir do DNA da integrante.

Após ser traído por Albarn, Murdoc foi atrás dos antigos colegas para a gravação de um outro álbum. Russel, na tentativa de nadar até Plastic Beach, encontra Noodle flutuando e, juntos, salvam 2-D do ataque de uma baleia gigante. Os três encontram Murdoc no apartamento de Jamie Hewlett, co-criador da banda.

Atualmente, depois de cerca de seis anos parados, num novo hiato, a banda se encontra na quarta fase, prestes a lançarem o álbum “Humanz”, no dia 28 de abril, que será repleto de colaborações de artistas como Grace Jones, D.R.A.M. e Noel Gallagher.

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte o Gorillaz, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: FacebookTwitterSpotify Instagram.

COMPARTILHAR
Marina Moia
Jornalista, bauruense de coração e apaixonada por música desde que se conhece por gente. Viciada em séries, amante de livros e colecionadora de batons coloridos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!