Green Day abrirá o evento anual “NFL Honors” neste sábado

Billie Joe Armstrong
Foto: @RafaelStrabelli / Nação da Música.
- PUBLICIDADE -
Nação da Música

A banda Green Day confirmou na última segunda-feira (01) através das suas redes sociais, sua participação no evento anual “NFL Honors”. A cerimônia de premiação antecede a final do Super Bowl de domingo e acontecerá neste sábado (06).

- PUBLICIDADE -
Nação da Música

O grupo anunciou sua performance abrindo a 10ª edição do evento em um post trazendo a legenda “Animados para finalmente voltar aos palco”, a premiação será apresentada pelo comediante Steve Harvey. “Com a natureza sem precedentes deste ano, estamos entusiasmados em dar vida à 10ª edição anual do NFL Honors num show em formato único”, disse o vice-presidente da NFL Honors, Mark Quenzel. “Estamos ansiosos para produzir um show inesquecível que irá celebrar o jogo e suas estrelas mais brilhantes de uma forma divertida” continuou ele no comunicado divulgado pela Loudwire.

- PUBLICIDADE -

O evento será transmitido ao vivo a partir das 23H, no horário de Brasília, pelo canal CBS. Como você pôde conferir aqui na Nação da Música, o famoso show de intervalo do Super Bowl terá a performance do cantor The Weeknd, além dele, a cantora Miley Cyrus também foi confirmada para se apresentar em um evento inaugural que recebeu o titulo “TikTok Tailgate”.

- PUBLICIDADE -

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Green Day, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.

- PUBLICIDADE -
Paula Figueiredo
Estudante de jornalismo que escuta rock triste e chora pelos cantos