Kendrick Lamar aceita seu Pulitzer Prize for Music em Nova Iorque

Kendrick Lamar
Divulgação
- PUBLICIDADE -
Raízes da Mamma
- PUBLICIDADE -
Meu Funeral

O Kendrick Lamar foi buscar na última quarta-feira (30) na Universidade de Columbia, em Nova Iorque, o prêmio Pulitzer que recebeu pelo disco “DAMN.”, lançado em abril de 2017.

- PUBLICIDADE -
Meu Funeral

Lamar foi recepcionado pela administradora do Pulitzer, Dana Canedy, que disse “nós dois estamos fazendo história” ao receber o cantor.

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

O Pulitzer Prize descreveu “DAMN.” como “uma coleção de músicas virtuosas unificada por sua autenticidade particular e dinamismo rítmico que oferece vinhetas capturando a complexidade da vida afro-americana moderna”. Kendrick é o primeiro artista não pertencente ao gênero de jazz ou música clássica a levar o prêmio para casa.

- PUBLICIDADE -

O álbum “DAMN.” recebeu 7 indicações ao Grammy, inclusive de melhor álbum, e foi vencedor de 4, um deles na categoria de melhor álbum de rap. Na transmissão ao vivo do Pulitzer Prize, Kendrick Lamar disse “É uma honra… Eu venho compondo durante toda a minha vida, então receber esse tipo de reconhecimento é maravilhoso”. É possível assistir a transmissão completa da cerimônia pela live feita na página do Facebook do Pulitzer:

https://www.facebook.com/pulitzerprizes/videos/2096637683915594/?t=0

- PUBLICIDADE -

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Kendrick Lamar, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.

Música é uma das minhas coisas favoritas do mundo. Formada em Jornalismo, amante da cultura pop e little monster sofrida.