Liam Payne fala sobre problemas psicológicos na época do One Direction

Liam Payne

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica
Liam Payne, ex-integrante da extinta One Direction revelou, em entrevista publicada na última terça-feira (21) pelo veículo de imprensa britânico The Sun, que lidou com problemas psicológicos durante seu período na boyband.

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

Liam declarou que não deveria fazer tantos shows quanto a banda fazia e ainda completou dizendo: “Indo lá e colocando um sorriso feliz no meu rosto e cantando as músicas, honestamente, algumas vezes era como colocar uma fantasia, ir lá e, embaixo da fantasia, as pessoas não sabem de fato o que está acontecendo”.

- ANUNCIE AQUI -

O cantor ainda revelou que seus problemas mentais chegaram a fazer com que ele cancelasse sua aparição em um show do One Direction em Belfast no ano de 2015 com a desculpa de que ele havia ficado doente de repente.

- ANUNCIE AQUI -

Atualmente, Payne está divulgando seu trabalho como cantor solo com dois singles já lançados, sendo eles “Strip That Down” em parceria com o rapper Quavo e “Bedroom Floor”. Liam também é pai de uma criança fruto de seu relacionamento com a cantora britânica Cheryl Cole, ex-integrante da girlband Girls Aloud.

- ANUNCIE AQUI -

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Liam Payne, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -
Arquiteto e Urbanista por opção, cantor e amante de música por vocação. Uniu seu gosto por música e por escrita quando viu no Nação da Música a oportunidade de fundir ambos. Não fica sem um bom livro, um celular e um fone de ouvido. Amante de séries, televisão, reality shows, gastronomia, viagens e tenta sempre usar isso a seu favor para estar reunido com família e amigos. Uma grande metamorfose ambulante reunida em um coração sonhador com um toque de humor indispensável.