Lollapalooza 2022 – Miley Cyrus: Trajetórias, lançamentos e playlist

Miley Cyrus
Foto: Divulgação | Arte: @OGugaRibeiro / Nação da Música
- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

Daqui a menos de uma semana, você estará lá no Lollapalooza 2022, pulando, cantando e se divertindo nos shows de seus artistas favoritos. Para completamente preparar você para o festival, nós da Nação da Música estamos explorando as histórias e discografias de diversos cantores e bandas. Depois de cobrir nomes como Doja Cat e MARINA, vem com a gente conhecer mais sobre a mais nova estrela do rock, Miley Cyrus!

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

A popstar começou como uma atriz mirim em “Doc”, estrelada por seu pai, Billy Ray Cyrus, no entanto, o papel que a tornou uma celebridade global foi o de Hannah Montana, no seriado homônimo da Disney. Estreando em 2006, quando Miley Cyrus tinha 14 anos de idade, Hannah Montana tratava de uma popstar que mantinha seu disfarce como uma ‘garota comum’, quando não estava se apresentando.

- ANUNCIE AQUI -

Ao mesmo tempo que atuava na série, Miley iniciou também sua carreira musical, cantando as faixas de Hannah e quebrando recordes com as trilhas sonoras do seriado. Além disso, a artista também experimentou um gostinho da vida de turnê, viajando pela América do Norte para seus shows, apresentando-se como Hannah Montana e Miley Cyrus.

- ANUNCIE AQUI -

Enquanto ainda atuava como a personagem da Disney, Miley soltou seu álbum de estreia como Cyrus, intitulado “Breakout”, de 2008. Com músicas como “7 Things”, inspiradas pelo momento de pop rock e pop-punk da época, o disco estreou na primeira posição dos charts Billboard 200 e teve créditos de composição de Miley em quase todas as 12 faixas.

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

Em 2009, a cantora soltou uma das canções que a seguem até agora, “Party in the U.S.A.”, que vendeu mais de 4 milhões de cópias no iTunes, junto com um EP, “The Time of Our Lives”. Continuando no seu caminho de pop rock, Miley Cyrus lançou seu segundo álbum no mesmo ano em que Hannah Montana terminou, 2010, chamado “Can’t Be Tamed”.

- ANUNCIE AQUI -

Acusada pelo público adulto americano de ser provocativa e ‘ameaçar as crianças’, por ter acabado de sair da Disney, essa era da popstar foi completa com diversas polêmicas, como um incidente com um ‘bong’ e uma apresentação com pole-dancing. Mas, ainda assim, os olhos do público continuavam colados em Miley, que saiu em uma turnê mundial com esse álbum, a “Gypsy Heart Tour”.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- PUBLICIDADE -

Saindo de sua imagem de rebelde rockeira, Miley Cyrus não se sentiu ameaçada pela reação do público ao seu novo álbum – tornando-se ainda mais agitadora. Agora uma popstar festeira, Cyrus soltou “Bangerz” em 2013, com o super hit “We Can’t Stop”, levando a uma era mais sexual e extremamente lucrativa, que atingiu a primeira posição do iTunes, além de carregar canções marcantes de sua carreira.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -

Logo após, em 2015, a cantora lançou o álbum “Miley Cyrus & Her Dead Petz” gratuitamente, na plataforma de streaming SoundCloud, explorando diversos gêneros, mas, sendo recebido de maneira mista pela crítica.

2017 viu a chegada de seu sexto disco, “Younger Now”, no qual ela retornou a suas raízes sulistas, apoiando-se no folk, country e, claramente, misturando um pouco de pop nisto. No entanto, o álbum teve apenas dois singles e não acompanhou uma turnê.

- ANUNCIE AQUI -

Em 2019, o plano de Miley Cyrus era o lançamento de três EPs, chamados “She Is Coming”, “She Is Here” e “She Is Everything”, cada um com 6 faixas, que se juntariam para formar um álbum completo. No entanto, somente “She Is Coming” saiu, contando com o hit “Mother’s Daughter”, uma continuação da imagem durona da artista, só que agora com uma clara mensagem social.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -

O lançamento dos dois outros projetos foi impedido por acontecimentos pessoais na vida de Miley, como seu divórcio e o fim do relacionamento de 10 anos com Liam Hemsworth. Mas, em 2020, a cantora já estava preparada para seu novo álbum, que representa a era em que estamos agora: o disco “Plastic Hearts”!

Com parcerias ao lado de Dua Lipa e Stevie Nicks, o projeto representa um retorno de Miley Cyrus para o rock, e uma movimentação completa, com sua estética, som e shows, solidificando-a como uma completa rockstar. Para o Lolla, podemos esperar muito dessa nova era em sua apresentação, então se preparem para bater cabeça!

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

No fim dessa matéria, você pode conferir uma playlist criada especificamente com base em setlists passadas de Miley Cyrus – vem se divertir com a gente!

- ANUNCIE AQUI -

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Miley Cyrus, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e sua família. Não se esqueça que a vacinação contra a COVID já está disponível em todo o Brasil. Aqueles que já receberam a 1ª e a 2ª dose, lembrem-se de tomar a dose complementar e mesmo após vacinação completa, é necessário seguir as medidas de cuidado necessárias para contermos o coronavírus. Cuide-se!



Caso este player não carregue, por favor, tente acessa-lo clicando aqui. Siga a NM no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -
Estudante de jornalismo, não-binárie e apaixonade por música. Sempre aberte para ouvir qualquer gênero, artista ou década. O universo do pop, principalmente hyperpop, k-pop e synthpop, é onde eu vivo e sobrevivo.