Em recente entrevista publicada pela Herald Sun, Michael Bublé fala dos desafios que passou ao lutar pela vida do filho Noah, de 4 anos, após receber o diagnóstico de câncer.

“Eu passei pelo inferno. Não conto a história completa, nem mesmo para meus amigos, porque dói muito. É o meu garoto. Ele é um super-herói, e não precisa reviver isso de novo e de novo. Mas eu passei pelo inferno. E você quer saber? O inferno parece um lugar bem legal para se tirar férias comparado com o que vivi”, conta o cantor, em um forte desabafo.

Ele continua: “Eu realmente pensei que nunca mais voltaria à música. Família é o que importa. A saúde dos meus filhos está em primeiro lugar. A relação com minha família, minha esposa, minha fé — tudo isso está facilmente em primeiro lugar (…) A claridade me deu a oportunidade de encontrar meu amor pela música novamente. Voltarei para o que eu nasci para fazer”.

Em clima de preparação do novo disco, Bublé fez uma performance para 80 mil pessoas em Dublin, neste sábado (07). O cantor se mostra confiante e chegou a declarar que este será seu melhor álbum.

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte Michael Bublé, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter, Spotify e Instagram.