MorrisseyEm uma entrevista concedida para a revista alemã Der Spiegel, o cantor Morrissey fala sobre política e chama Donald Trump de “verme”, conforme a publicação dessa quinta-feira (23) do portal NME.

Morrissey alegou que a mídia americana ajudou Trump a ganhar a eleição. “Trump recebeu tanta atenção, especialmente quando comparado com outros candidatos – Bernie Sanders, por exemplo. Embora a mídia tenha dito que ele não ganharia; todos os dias, todas as manchetes diziam: ‘Trump, Trump, Trump, Trump!’”, comentou o cantor. “A mídia americana ajudou Trump sim”, afirmou. “Se o criticam ou riem dele, ele não se importa, ele só quer ver sua foto e seu nome”, completou.

O ex-Smiths se mostrou insatisfeito com o atual presidente dos Estados Unidos: “Desde que ele esteve no poder, ele esgotou o mundo”. Ainda completou dizendo que Donald Trump “não é um líder. Ele é um verme.”

Morrissey continuou: “Nunca esperei que ele fosse eleito. Talvez eu não tenha mais fé na elite política”, disse. E ao ser perguntado se mataria Trump se houvesse um botão para isso, a resposta foi: “Eu, pela segurança e interesse da humanidade, apertaria.”

Na última sexta-feira (17) Morrissey lançou seu novo disco de carreira “Low In High School”, que traz a faixa-título e a “Spent The Day In Bed” e “I Wish You Lonely” divulgadas anteriormente.

Deixe seu comentário no final dessa publicação, marque seus amigos que também curtem Morrissey, acompanhe a nossa agenda de shows e a Nação da Música através do Twitter, Facebook, Instagram e Spotify. Muito obrigado pela visita e por ler essa matéria!