Panic! At The Disco: baixista Dallon Weekes se desliga da banda

Crédito: Divulgação
- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

O ano de 2017 termina com uma notícia chocante para os fãs da banda Panic! At The Disco. Isso porque o baixista Dallon Weekes anunciou, através de comunicado em sua conta oficial no Instagram nesta quarta-feira (27), que se desligará da banda.

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

https://www.instagram.com/p/BdNsc2DAbI6/?taken-by=dallonweekes

- ANUNCIE AQUI -

“Pelos últimos oito anos eu tive a incrível oportunidade de performar no Panic! At The Disco. Enquanto eu estou triste em anunciar que meu tempo no Panic! chegou ao fim, eu estou empolgado para continuar fazendo música com meu novo projeto “I Don’t Know How But They Found Me”. Eu sou grato pela chance que eu tive de ser parte do Panic! AT The Disco por quase uma década. Eu vou sempre me considerar em débito com aqueles que fizeram eu me sentir bem vindo em ser parte da banca. Vocês mudaram minha vida. Obrigado a todos”, escreveu em foto publicada.

- ANUNCIE AQUI -

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Panic! At The Disco, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e sua família. Não se esqueça que a vacinação contra a COVID já está disponível em todo o Brasil. Aqueles que já receberam a 1ª e a 2ª dose, lembrem-se de tomar a dose complementar e mesmo após vacinação completa, é necessário seguir as medidas de cuidado necessárias para contermos o coronavírus. Cuide-se!

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

Arquiteto e Urbanista por opção, cantor e amante de música por vocação. Uniu seu gosto por música e por escrita quando viu no Nação da Música a oportunidade de fundir ambos. Não fica sem um bom livro, um celular e um fone de ouvido. Amante de séries, televisão, reality shows, gastronomia, viagens e tenta sempre usar isso a seu favor para estar reunido com família e amigos. Uma grande metamorfose ambulante reunida em um coração sonhador com um toque de humor indispensável.