Resenha: Saiba como foi a única apresentação do Tokio Hotel no Brasil

tokio hotelNa última sexta-feira, 28 de agosto, a cidade de São Paulo foi palco da única apresentação em solo brasileiro da banda Tokio Hotel, que arrastou para o Citibank Hall, em Santo Amaro, pessoas de diferentes lugares em busca de rever os ídolos depois de cinco anos desde a última passagem deles por aqui.

O inverno paulistano recebeu os alemães com sol e calor, para a felicidade –ou não- dos fãs que desde cedo se encontravam na fila demonstrando animação para a “Feel It All World Tour 2015”. O público era bem dividido entre mulheres e homens, que em sua maioria se vestiam de preto e com blusa da banda, além de uma coroa de rei/rainha em referência ao último álbum, “Kings of Suburbia”. Embora a apresentação fosse única e o Tokio Hotel não tenha pisado no Brasil em cinco anos, a casa de shows não estava lotada.

Às 22h04min, depois de muitos gritos ansiosos, as luzes do Citibank Hall se apagaram e o local foi tomado pela ensurdecedora música eletrônica de abertura, que após cinco minutos foi acompanhada de luzes e desenhos geométricos projetados na cortina preta do palco. Pouco tempo depois, ainda com a música e as projeções, o quinteto entrou no palco em silêncio e logo deu início a “We Found Us”, despertando gritos e pulos dos que estavam ali.

Após mais duas canções que fizeram os fãs dançarem nessa fase mais eletrônica do grupo, todos pararam para ouvir os primeiros cumprimentos do vocalista Bill Kaulitz, que lembrou que fazia tempo desde a última vinda deles e até prometeu que não demorarão tanto para voltar da próxima vez. Pedindo para que todos se divertissem e dançassem, Kaulitz anunciou “para todas as pessoas com o coração partido”, a faixa “Covered In Gold”.

Com 20 músicas no setlist, os fãs não demonstraram em momento algum estarem insatisfeitos com o que era tocado, pelo contrário, cada música trazia um ar ainda maior de felicidade. A banda em si se concentra em seus instrumentos e de vez em quando andam pelo palco, e o destaque fica para o vocalista que troca de roupas inúmeras vezes e faz uma performance dançante, tornando a apresentação ainda mais especial.

Com 1h40min de apresentação, “Great Day” foi a última a ser ouvida. Ovacionados, o quinteto se despediu de São Paulo com chuva de papel picado e jogando água no público. O último a deixar o palco, o baterista Gustav Schäfer, ainda animou a plateia antes de se despedir.

Setlist:

  1. We Found Us
  2. Girl Got a Gun
  3. Darkside of the Sun
  4. Covered in Gold
  5. Feel It All
  6. Louder Than Love
  7. Never Let You Down
  8. Noise
  9. Kings of Suburbia
  10. Invaded
  11. Run, Run, Run
  12. Rescue Me
  13. Automatic
  14. Screamin’
  15. Stormy Weather
  16. Masquerade
  17. The Heart Get No Sleep
  18. Love Who Loves You Back
  19. Monsoon
  20. Great Day

Não deixe de curtir nossa página no Facebook, e acompanhar as novidades do Tokio Hotel e da Nação da Música.

COMPARTILHAR
Bárbara Araujo
Bárbara Araujo: Carioca que tem São Paulo como casa desde 2009, estuda Jornalismo e escreve para a Nação da Música desde 2014. Passa mais tempo ouvindo música e assistindo a vídeos de shows do que qualquer outra coisa. Ainda compra CD, ama pop-punk, cachorros e é facilmente encontrada em shows.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!