Rock in Rio: Os destaques do Palco Sunset dessa sexta-feira (15/09)

Rock in Rio

SG LEWIS
O primeiro dia na Cidade do Rock começou com o SG Lewis, DJ inglês que não é muito familiar aos brasileiros. Inovando no formato do show, que contou com uma banda ao vivo e cantores no palco, o artista com certeza conquistou os poucos telespectadores que assistiam a apresentação embaixo de um sol de 34º. Bem comunicativo e sempre fazendo questão de agradecer a todos os presentes, SG Lewis mesclou na setlist canções de seus dois únicos EPs, dando destaque à “Times We Had”, seu single mais recente.

CÉU CONVIDA BOOGARINS
Céu, por outro lado, subiu ao palco e se deparou com fãs à sua espera. Com o público cantando alto e acompanhando cada palavra junto com a cantora, o show teve uma energia mais calma que a atração anterior e as seguintes. A canção “Varanda Suspensa”, do disco “Tropix”, foi dedicada aos latino-americanos. A empolgação geral foi notória quando a banda goiana Boogarins se juntou à ela e permaneceu até o fim da apresentação. “Foi Mal”, canção presente no último disco da banda e que recentemente teve uma nova versão com a participação de Céu divulgada, também marcou presença na setlist. A cantora encerrou o show com a faixa “Chegar Em Mim”, que é sem dúvida seu maior sucesso e chamou a atenção até de quem estava pelo Sunset somente de passagem: todos cantavam.

FERNANDA ABREU CONVIDA CIA DE DANÇA E DREAM TEAM DO PASSINHO 
A produção de Fernanda Abreu era digna de um espetáculo: os dançarinos da Focus Cia de Dança entraram no palco com a cantora e ali permaneceram durante todo o show, sincronizados e coreografando cada música, muitas das vezes com a participação da própria Fernanda. Uma sequência de hits foi apresentado, “Veneno da lata”, “Garota Sangue Bom”, “Baile da pesada” e mais. O público, que estava contido até então, demonstrou um pouco mais de animação quando o Dream Team do passinho performou a faixa “De Ladin” e o cover de “Don’t Stop ‘Til Get Enough”, de Michael Jackson. Perto de encerrar o show, Fernanda Abreu encarou alguns problemas técnicos em seu microfone, mas seguiu em frente com o discurso planejado. A cantora falou sobre a preservação da Amazônia e o aquecimento global, o que levou a plateia a entoar um “Fora, Temer” em alto e bom som. A cantora encerrou sua participação no Palco Sunset com o sucesso “Rio 40 graus”.

SALVE O SAMBA
Encerrando as atividades no Palco Sunset esteve o Salve o Samba, e não poderia ter sido melhor. Martinho da Vila, Roberta Sá, Alcione, Criolo, Mart’nalia, Jorge Aragão e outros prestaram suas homenagens performando sucessos do samba e a plateia cantou e dançou como deveria. O destaque da vai para Alcione, que arrancou gritos da plateia já no finzinho da apresentação de Roberta Sá, quando entrou no palco. Clássicos como “Vai Vadiar”, “Coisinha do Pai” e “Vou Festejar” foram cantados, fechando o show com “Aquarela Brasileira” e todos os artistas juntos no palco, em ritmo de festa e harmonia, passando exatamente a energia cantada em todas as canções.

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte o Rock in Rio, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: FacebookTwitterSpotify e Instagram.

COMPARTILHAR

DEIXE SEU COMENTÁRIO!