SuperStar (2): Confira as apresentações e os classificados no Top12

superstar

- PUBLICIDADE -
Nação da Música

- PUBLICIDADE -
Nação da Música

Coração disparado, lágrimas, risos e críticas: assim foi marcada a noite de apresentações do Top12 do SuperStar, na rede Globo. Doze classificados foram ao palco do reality disputar pelo voto do público. Assim como nas etapas anteriores, os três menos votados tiveram que se despedir do programa.

- PUBLICIDADE -

A noite começou com o grupo baiano, Lucas e Orelha, do time do cantor Thiaguinho. A banda trouxe para o palco um cover da música “Sonhar” de MC Gui e conquistaram 73% dos votos. Durante a apresentação, após o telão subir, Orelha não conteve a emoção. Caiu de joelhos no palco e deixou as lágrimas rolarem, não terminando de cantar a música. Apesar de uma ótima porcentagem, a emoção do jovem não foi bem vista por Paulo Ricardo “Pode escorrer uma lágrima, algo assim. Mas parar de cantar e se ajoelhar no meio do palco, por causa disso, demonstra um despreparo emocional”, repreende o jurado.
Confira a apresentação aqui.

- PUBLICIDADE -

Na sequência, Big Time Orchestra, do time de Paulo Ricardo, apostaram em um sucesso dos Titãs, “Sonífera Ilha”. O grupo conquistou o ‘SIM’ dos três jurados e atingiu 68% dos votos totais, fazendo assim com que o telão não subisse.
Confira a apresentação aqui.

- PUBLICIDADE -

Dois Africanos chegaram confiantes e levaram o sucesso de Michael Jackson ao palco do reality. Com direito a rap em francês, a banda conquistou 73% dos votos. Afirmando seu estilo único e figurino irreverente, os afilhados de Thiaguinho agradaram o padrinho, que não poupou elogios “Muito bom, incrível. É muito gostoso ver vocês cantando”, afirma o cantor.
Confira a apresentação aqui.

A banda Os Gonzagas, de Sandy, apostaram em “Morena Tropicana” de Alceu Valença, trazendo um ritmo completamente inesperado para o tão conhecido sucesso. A banda, que já teve apresentações melhores no reality, atingiu a marca de 69%.
Confira “Morena Tropicana” aqui.

- PUBLICIDADE -

Era a vez da Supercombo subir ao palco mais uma vez com uma música autoral. Os paulistas apadrinhados por Paulo Ricardo trouxeram a canção “Saco Cheio” e apesar de uma apresentação de qualidade e de ter agradado os três jurados, a banda atingiu apenas 66% dos votos e foi a segunda banda da noite a não subir o telão.
Confira a apresentação da Supercombo aqui

Trazendo um pouco mais de rock para o palco do reality, a banda Kita, do time de Sandy, também apostou em uma música autoral. Com a canção “Realize”, o grupo atingiu 62% dos votos e, mais uma vez, o telão não subiu. Mesmo com a pontuação mais baixa, o grupo não deixou de agradar sua madrinha “Adorei a apresentação desta noite. Não estou entendendo porque vocês não estão passando por enquanto”, comenta a cantora.
Confira a apresentação aqui.

- PUBLICIDADE -

Acompanhando o time de músicas autorais, Versalle trouxe o som de “Sem Hesitar”. Os garotos de Porto Velho também sentiram na pele o medo do telão não subir mas puderam respirar mais aliviados quando atingiram a marca dos 66% dos votos, empatando com o Supercombo. A madrinha Sandy não hesitou “A letra é linda e é muito contagiante”, comenta.
Confira “Sem Hesitar” aqui.

Scambo, do time de Paulo Ricardo, trouxe mais uma música autoral para a noite de apresentações. Ao som de “Meu Ar”, a banda conquistou a menor pontuação da noite, levando 61% dos votos do público.
Confira a apresentação da Scambo aqui.

- PUBLICIDADE -

Era a vez do jazz dos caras do Serial Funkers. Eles, que vem conquistando ótimas porcentagens ao longo do programa, não deixaram a desejar. Com o clássico “September”, do grupo Earth, Wind and Fire, a banda conquistou 79% dos votos e arrancou elogios do padrinho Thiaguinho “Muito bom! Nas outras apresentações, o Regis explorou o grave. Dessa vez, explorou o falsete, e afinado”, comenta o jurado.
Confira a apresentação da Serial Funkers aqui.

Logo em seguida era vez do blues da banda Devir, comandada pela voz da carioca Amanda, se apresentar. O grupo, apadrinhado por Sandy, trouxe a composição própria intitulada “Banho de Mar” e alcançou 69% dos votos.
Confira a apresentação aqui.

- PUBLICIDADE -

A última apresentação da noite não nos fez restar dúvidas, Scalene é com certeza uma das preferidas da edição. Os meninos de Brasília foram espertos e trouxeram ao palco do reality sua música autoral “Amanheceu”, canção a qual o jurado Thiaguinho já havia mostrado que era fã. Em uma apresentação impecável, a banda conquistou a maior pontuação da noite com 86% dos votos do público.
Confira a performance de “Amanheceu” aqui.

E assim os classificados da etapa foram escolhidos. Em um disputa acirrada e com favoritos ao prêmio, a classificação foi a seguinte:

- PUBLICIDADE -

1. Scalene: 86,72%
2. Serial Funkers: 79,66%
3. Lucas e Orelha: 73,99%
4. Dois Africanos: 73,15%
5. Os Gonzagas: 69,95%
6. Dona Zaira: 69,51%
7. Devir: 69,18%
8. Big Time Orchestra: 98,02%
9. Versalle: 66,76%
10. Supercombo: 66,47% ELIMINADO
11. Kita: 62,41% ELIMINADO
12. Scambo: 61,21% ELIMINADO

Ufa! Foi uma noite de emoções e despedidas. A disputa fica cada vez mais acirrada e no próximo domingo (28), as nove bandas classificadas disputarão novamente o voto do público. Dessa vez, as duas bandas com menor pontuação deixam a competição.

- PUBLICIDADE -

E você confere tudo aqui no Nação da Música.

Não deixe de curtir a nossa página no Facebook, e acompanhar as novidades do SuperStar e da Nação da Música.

- PUBLICIDADE -