Taylor Swift concede nova entrevista e fala sobre caso de assédio

Taylor SwiftA Time Magazine dedicou sua mais recente edição à vítimas de assédio sexual, que contou com declarações de Taylor Swift sobre o ocorrido DJ David Mueller. A cantora também entrou na lista de “Pessoas do Ano de 2018”, feita pela revista.

Taylor Swift acusou o radialista de colocar a mão dentro de seu vestido durante uma sessão de fotos em 2013. Quando perguntada sobre qual conselho daria para seus fãs, ela disse: “Eu diria às pessoas que se encontram nessa situação que existe uma grande parcela de culpa colocada nas vítimas em caso de assédio sexual. Você pode ser culpado pelo fato de que aconteceu, por denunciar isso ou culpado por como reagiu. Você pode sentir como se tivesse exagerado, porque a sociedade faz coisas como essa parecerem casuais”.

“Meu conselho é não se culpar e não aceitar a culpa que outros tentarão jogar em você. Você não deveria ser culpado por esperar 15 minutos, 15 dias ou 15 anos para denunciar um assédio, ou contar o que aconteceu a outra pessoa depois que ela ou ele fizeram a escolha de te assediar sexualmente”, completou.

A cantora foi honrada juntamente com Terry Crews, Tarana Burke, Ashley Judd e mais. No caso de Swift, o radialista foi dado como culpado no caso de assédio e terá que indenizar a cantora em US$ 1.

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte Taylor Swift, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter, Spotify e Instagram.