daft-000-punkEstamos chegando em 2017 e segundo a tradição, pode ser um grande ano para o Daft Punk. Por mais que nenhum dos rumores tenha sido confirmado, quem acompanha o duo eletrônico sabe que, de década em década, o franceses costumam sair em uma grandiosa turnê mundial uma vez a cada 10 anos, seguido de um álbum ao vivo. Foi assim o caso de “Alive 1997” e “Alive 2007 – e quem sabe, “Alive 2017”.

Se a turnê realmente vai acontecer ou não, ninguém realmente sabe, porém sonhar e recordar é livre, e não da pra esquecer toda a euforia de quando os robóticos anunciaram o retorno ao palco após quase 10 anos em 2006, com uma grandiosa e tecnológica turnê mundial – que inclusive passou pelo Brasil. Os shows foram recebidos de forma extremamente positiva pela crítica e pelos fãs, que tinham a consciência de que ver o Daft Punk ao vivo não é algo tão fácil de acontecer.

Esta foi a segunda turnê dos produtores, sendo a primeira a “Daftendirektour” de 1997. As apresentações daquele ano fizeram um sucesso tão grande que a gravação de uma das apresentações foi lançada como um álbum em 2001, o “Alive 1997”. A tracklist era praticamente toda baseada no debut “Homework”, levando o som futurista para fãs de toda a Europa e América do Norte de forma única.

Esta mesma fórmula foi utilizada com o “Alive 2007”, coroando as duas únicas turnês mundiais do grupo, desta vez com base em “Human After All” de 2005, repetindo o sucesso. E novamente estamos a quase 10 anos depois, e o anseio para uma terceira turnê aumenta ainda mais, somado com o estrondoso sucesso do álbum “Random Access Memories” (2013). Com algumas apresentações aqui e ali, o “Alive 2017” parece longe de acontecer, mas a esperança é a última que morre.

Não deixe de curtir a nossa página no Facebook, e acompanhar as novidades do Queen aqui na Nação da Música. Relembre “Get Lucky”:

- PUBLICIDADE -