Trilha Sonora: 39 músicas presentes na minissérie “The Stand”

The Stand
Créditos: Reprodução/CBS.
- PUBLICIDADE -
Bruno Martini

Em dezembro de 2020, estreou a série norte-americana “The Stand”, baseada no livro “A Dança da Morte”, do renomado autor de terror, Stephen King (“O Iluminado”). Essa não é a primeira vez que esta obra ganha uma versão televisiva, em 1994 o canal ABC transmitiu a minissérie, estrelada na época por Molly Ringwald (“Clube dos Cinco”) e Rob Lowe (“Californication”).

- PUBLICIDADE -
Bruno Martini

A trama mostra um cenário pós-apocalíptico, no qual a humanidade é acometida por um vírus letal que deixa apenas alguns sobreviventes caminhando pelo Mundo. Eles estão divididos entre as pessoas que são atraídas por Mother Abigail, uma senhora que age como profetisa e se mostra como a voz de Deus, ou por Randall Flagg, que aparece ocasionalmente na forma de um lobo e não deseja nada além de caos e violência.

- PUBLICIDADE -

Essa nova releitura, contada ao longo de nove episódios, ganha vida através das interpretações de Alexander Skarsgård (“True Blood”), James Marsden (“Encantada”), Whoopi Goldberg (“Mudança de Hábito”), e outros astros. A trilha original da produção é uma colaboração entre Mike Mogis e Nate Walcott, que trabalharam juntos no filme “A Culpa é das Estrelas”, de 2014. Entre as faixas escolhidas, está a versão original de “I Put a Spell On You”, sobre a qual falamos sobre no post relacionado à “American Gods”.

- PUBLICIDADE -

No Brasil, você pode conferir os capítulos através do canal pago Paramount+, disponível no Amazon Prime Video, por um valor extra. Agora, vamos ao que interessa de fato à esta coluna: as músicas que embalam as adversidades e alegrias dessa história!

- PUBLICIDADE -

Talvez “Changes” tenha ficado popularmente conhecida devido ao cover de 2003, feito por Ozzy e Kelly Osbourne, mas a canção foi lançada originalmente pelo Black Sabbath em 1972, no disco “Vol. 4”; trabalho que garantiu à eles o disco de platina no Estados Unidos e Canadá. A letra é creditada ao guitarrista Tony Iommi, o baixista Geezer Butler, ao baterista Bill Ward e, claro, à Ozzy.

Como o próprio nome sugere “Space Song” relata um período de isolamento em um relacionamento, no qual tudo o que a pessoa precisa é de um tempo para si, possivelmente, o “vazio” que precece o término. A música integra o quinto álbum de estúdio do Beach House e foi composta pelos próprios membros da banda, Victoria Legrand e Alex Scally.

- PUBLICIDADE -

Para promover “Surrealistic Pillow”, o grupo Jefferson Aeroplane divulgou “White Rabbit” como single. A vocalista Grace Slick tinha acabado de se juntar à eles, substituindo Signe Toly Anderson, e trouxe consigo esta faixa, que também foi gravada pela sua antiga banda, The Great Society. O “coelho branco” trouxe sorte à eles pois conseguiram alcançar a oitava posição na Hot 100 da Billboard, em 1967.

Para os conhecedores de música, não é nenhuma surpresa que a década de 60 tenha sido uma grande viagem psicodélica e, obviamente, os ingleses do King Crimson não ficaram de fora. A faixa final do seu primeiro compilado, intitulada “The Court Of The Crimson King” tem quase 10 minutos e é dividida em duas partes, “The Return of the Fire Witch” e “The Dance of the Puppets”. Para entender a grandiosidade dessa faixa, só ouvindo mesmo:

- PUBLICIDADE -

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam ”Trilha, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.


Caso este player não carregue, por favor, tente acessa-lo clicando aqui.

- PUBLICIDADE -
Stephanie Hora
Jornalista, apaixonada por música, livros e cultura em geral.