Resenha: “Scaled And Icy” – Twenty One Pilots (2021)

twenty one pilots
Foto: Ashley Osborn
- PUBLICIDADE -
Melim
- PUBLICIDADE -
Maneva
Melim

Twenty One Pilots lançou, na última sexta-feira (21), o sexto álbum de estúdio intitulado “Scaled And Icy. Em uma nova era, o duo apresentou canções diferentes comparadas as dos últimos discos, mas que mostra outro lado versátil da produção e composição dos integrantes.

- PUBLICIDADE -
Maneva

Seguindo a narrativa criada pelo Twenty One Pilots através dos álbuns, em sua última aparição no videoclipe de “Levitate”, o vocalista Tyler Joseph havia sido capturado pelos chamados Bishops e levado à cidade fictícia de Dema, a qual estaria por trás do novo álbum, mais alegre e colorido, além da “mudança” do logo do duo.

- PUBLICIDADE -

No dia do lançamento do disco, Twenty One Pilots também realizou um live show com diferentes cenários e dando continuidade à narrativa de estarem presos em Dema. A Nação da Música acompanhou a transmissão e compartilhou os detalhes aqui. O contexto acaba sendo usado de justificativa para Tyler e Josh seguirem um lado diferente do usual no sexto álbum da carreira, mas há certos motivo para isso.

- PUBLICIDADE -

Em entrevista à revista Kerang!, o vocalista comentou sobre como o período de pandemia afetou as novas produções: “Não achei que um registro sombrio fosse apropriado, a ideia de escapar era mais atraente para mim. A razão pela qual parece quase desconectado da realidade em que o álbum foi criado é intencional. Vai parecer um pouco mais leve por causa disso”.

- PUBLICIDADE -

Outra possível questão para as canções mais alegres também pode se dar pela vida pessoal dos artistas, visto que todas as faixas foram compostas por Tyler e produzidas por ele com algumas parcerias de Mike Elizondo e Greg Kurstin. Três anos após o último álbum “Trench”, Josh Dun se casou com a atriz Debby Ryan e Tyler Joseph teve sua primeira filha, Rosie, que completou seu primeiro ano em fevereiro de 2021.

Apesar do novo disco trazer letras com versos mais explícitos e menos focado em uma narrativa criada, como “Trench”, a percepção de cada música e seu significado continua sendo pessoal para cada ouvinte e consegue se relacionar com diferentes situações tanto de quem ouve, como dos próprios integrantes.

- PUBLICIDADE -

A primeira canção de “Scaled And Icy” já chega com uma dose de serotonina logo de cara. “Good Days”, provavelmente a faixa mais oposta de todas já produzida pelo Twenty One Pilots até hoje, acompanha uma melodia otimista que se inicia com a bateria e o piano, e até mesmo samples de barulhos do dia a dia como passarinhos. A letra também foca em ter um dia bom, mesmo que seja difícil de acreditar nesses tempos e acontecimentos.

Choker”, segundo single divulgado anteriormente ao lançamento do álbum, ainda segue a harmonia mais animada, mas traz características marcantes do grupo, como a produção da bateria por Josh Dun e a letra, que fala sobre se sentir fracassado como um outsider, mas entender seu valor e às vezes só você pode se tirar do buraco.

- PUBLICIDADE -

O videoclipe da canção também é divertido, com Tyler entrando em uma loja de brinquedos onde Josh é o vendedor e oferece ao colega uma miniatura do dragão Trash, que estampa a capa do novo álbum. Ao final, o baterista captura o cantor e o transforma também em uma miniatura, o que deixou os fãs intrigados e criando teorias por trás dos significados. Assista:

Já “Shy Away”, primeira faixa lançada do novo trabalho, segue as mesmas características da anterior em um ritmo mais acelerado com as batidas da bateria, mas também demonstra um lado eletrônico e “mais pra cima”, do que os últimos trabalhos anteriores. A letra encorajadora parece ser escrita em terceira pessoa como um discurso para si mesmo: “When I get home / Boy, you better not be there / You’re long gone / Shed your modesty / Don’t circle the track / Just break the cycle in half / And leave your skin on the floor”.

- PUBLICIDADE -

Em seguida, de volta às canções com características inovadoras ao som do duo, “The Outside” começa com batidas eletrônicas que remetem às músicas do Daft Punk e dão a sensação de um lugar barulhento com pessoas falando. Não à toa, a apresentação da faixa na live imitou o cenário da fila de uma balada. A letra, no entanto, pode ter significados diversos, mas, pessoalmente, é como se Tyler falasse sobre os próprios fãs e a carreira do Twenty One Pilots, se sentindo “do lado de fora”.

A canção “Sartuday” foi divulgada alguns dias antes do disco e já havia dado uma prévia de como o resto das faixas seriam. O ritmo alegre e dançante, que muitos podem dizer “não parecer Twenty One Pilots”, traz elementos eletrônicos como a anterior, produções na bateria e até mesmo um sample de uma conversa entre Tyler e a esposa, Jenna Joseph.

- PUBLICIDADE -

Uma letra que muitos conseguem se relacionar sobre o passar dos dias da semana durante a quarentena quando “Lose my sense a time or two / Weeks feel like days / Medicate in the afternoon / And I just want to know / Have you lost your footing too?”.

“Never Take It” traz influências mais visíveis de um rock com solos de guitarra e uma bateria mais regular, junto aos vocais mais gritados que trazem até uma possível mensagem política. É como se a canção fosse uma mensagem contra o armamento da população americana, assunto comentado durante o governo americanos nos últimos anos com o ex-presidente Donald Trump.

- PUBLICIDADE -

A melodia animada e colorida reaparece com força em “Mulberry Street”, que poderia muito bem ser a música de abertura de um filme musical com pessoas felizes dançando e cantando na rua – o que foi praticamente representado na primeira apresentação ao vivo da canção durante o live show.

Com uma bateria já em uma cadência diferente junto ao piano característico, o primeiro verso traz o otimismo de “Keep your bliss / There’s nothing wrong with this”. Melberry Street, aliás, é uma rua localizada em Nova Iorque, mas não se sabe a real inspiração para a canção.

- PUBLICIDADE -

Como mencionado anteriormente, uma possível causa para essa nova era do Twenty One Pilots parecer tão diferente pode ser as mudanças na vida pessoal dos artistas, como a paternidade para Tyler. “Formidable”, pessoalmente, pode ser encarada como uma declaração carinhosa e amável do cantor à filha, Rosie. Ao acompanhar a letra e suas intonações, alinhado com o ritmo alegre e calmo, é uma faixa que pode surpreender.

“You are formidable to me / ‘Cause you seem to know it where you wanna go / Yeah, yeah, yeah, I’ll follow you / But you should know I might b? clinical, don’t you tell / I won’t break your heart if you can br?ak my spell”, diz um trecho da letra.

- PUBLICIDADE -

Por outro lado, a canção seguinte, “Bounce Man”, é a que possui a história mais imprecisa. Ainda com a leveza e diversão dos acordes e repetições de palavras, a letra em si, aparenta ser uma incógnita, apesar de muitos fãs do Twenty One Pilots acreditarem que se trata sobre Ned, uma criatura animada que aparece no videoclipe de “Chlorine”, lançado em 2019. Em resumo, é como se Tyler falasse com algum conhecido por telefone deixando uma mensagem na caixa postal e mencionando que sua esposa o viu no noticiário noturno, perguntando-lhe se estaria indo para o México e o convidando para passar em sua casa.

A penúltima canção de “Scaled And Icy” dá sinais de características das antigas eras do Twenty One Pilots e logo no começo mostra sua força com sinais eletrônicos e um coro de vozes graves. “No Chances” aparenta se relacionar com a narrativa iniciada no álbum “Trench” sobre Dema e os Bishops que sequestraram Tyler novamente, após ter sido recuperado por Josh. Os versos rimados e rápidos e a produção característica da bateria chegam à finalização do disco com uma certa reviravolta, mas de boa qualidade igual ao restante.

- PUBLICIDADE -

“Redecorate” fecha a tracklist na mesma pegada da canção anterior, mas com melodias e batidas diferentes do usual, seguindo as noções mais sombrias. Ao mesmo tempo em que podem haver diferentes interpretações para a letra – como a sensação de estar perdido com tudo o que já se viveu e estar preso em tempos difíceis – é possível imaginar uma analogia com o próprio caminho que o álbum segue. De uma forma ou outra, Twenty One Pilots “redecorou” seu estilo com “Scaled And Icy”, indo para uma direção mais alegre do que a maioria dos fãs imaginasse (ou quisesse) comparando aos discos anteriores.

Pelo momento de tempos difíceis que a pandemia proporciona, talvez uma parte do público esperasse que o novo álbum do Twenty One Pilots seguisse os anteriores com novas músicas “sombrias” e se sentissem compreendidos pela falta de animação e perspectiva que o isolamentos nos trouxe. Porém, Tyler Joseph e Josh Dun se reinventaram tanto no lado como duo, como comparado aos lançamentos de outros artistas produzidos durante a quarentena. Enquanto todos esperavam as músicas “bad” para acompanhar o período, eles vieram com mensagens leves e positivas que ajudem o público a superar os tempos ruins que todos estamos passando.

- PUBLICIDADE -

E isso pode não agradar aqueles que pensam a música sempre como caixas fechadas e tradicionais ao encararem “Scaled And Icy” como uma redenção do duo ao “pop good vibes” e “deixando suas raízes de lado” nas canções reflexivas que tratavam os sentimentos obscuros e confortavam os fãs. Mas vale lembrar que nem mesmo o próprio Twenty One Pilots se encaixa em apenas um gênero musical, o que fica mais claro com o novo disco que mostra a versatilidade aflorada do duo.

- PUBLICIDADE -

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Twenty One Pilots, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.



Caso este player não carregue, por favor, tente acessa-lo clicando aqui.

RESUMO DA RESENHA
"Scaled And Icy" - Twenty One Pilots
Estudante de jornalismo, tendo shows como habitat natural e uma boa trilha sonora da vida