#VCnaNM: Giulia Comarin conta como foi o show da Britney Spears em São Paulo (2011)

A leitora Giulia de França Comarin de 17 anos, nascida em São Paulo e atualmente morando em Porto Alegre, nos enviou um depoimento sobre o show que ela foi da Britney Spears em São Paulo, no ano de 2011. Confira o relato: “Com 6 anos já sabia boa parte de suas músicas e coreografias de cor, sempre admirei muito a pessoa e cantora que ela é. Minha mãe sempre me influenciou a ir atrás dos meus sonhos, sem ela esse não seria possível.

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

Assim que soube que teria um show da Britney Spears no Brasil fiquei animada. Em poucas horas os ingressos para a pista Premium esgotaram. Fiquei desesperada. Nervosa. Estava tão perto de realizar um sonho, mas tão longe ao mesmo tempo… Pra completar não conseguia encontrar passagens para São Paulo naquela data, tudo estava lotado. Lembro que olhava todos os dias em busca de uma novidade. Resolvi arriscar e comprar os ingressos mesmo assim. Já tinha desistido de ir no show quando dois dias antes apareceram dois lugares em um voo na manhã do dia 18. Era perfeito, assim minha mãe conseguiria ir comigo.

- ANUNCIE AQUI -

Em 18 de Novembro de 2011 embarquei em uma das maiores viagens da minha vida, a realização de um sonho. Meu dia começaria cedo. Como sou de Porto Alegre, tinha que pegar um avião para São Paulo. Cheguei atrasada no aeroporto, um dos atendentes disse que não seria possível entrar naquele voo. Estava 5 minutos atrasada. Vi um dos meus maiores sonhos ser destruído, fácil assim. Minha mãe não deixou isso acontecer. Depois de muita conversa e sofrimento, por algum motivo disseram que tínhamos feito check-in online, o que nunca aconteceu, e nos deixaram passar. Só levávamos bagagem de mão, talvez isso tenha facilitado as coisas. Quase perdi o voo, foi aterrorizante. Cada segundo que passava ficava mais nervosa, não acreditava que aquilo iria acontecer. Eu finalmente assistiria um show da Britney Spears, ela estaria a metros de distância de mim.

- ANUNCIE AQUI -

Quando pisei no solo paulista fui direto me preparar para aguentar a fila que me esperava em frente ao Anhembi. Era uma loucura, pra quem não sabe é comum nos shows dela as pessoas usarem roupas parecidas com as que ela usa em shows, vídeos, etc., mas nunca imaginei que isso aconteceria no Brasil. Muitas pessoas usavam a típica roupa de “Baby One More Time” e tinha até um cara com um modelito parecido com o que a cantora usou no vídeo de “Slave 4 U” – e, sim, ele estava com uma cobra pendurada no pescoço.

- ANUNCIE AQUI -

Quando entrei no Anhembi percebi que aquilo seria um show totalmente diferente do que estou acostumada. A organização era impecável. Tinham vários banheiros espalhados pela arena, muitas barraquinhas de comida. O lugar era enorme!

As luzes se apagaram e começou uma contagem regressiva. Apareceu um vídeo no telão que introduziu o show, era uma história que a cada música se concretizava. Foi quando ela, maravilhosamente, entrou no palco cantando “Hold It Against Me”. Aquilo estava realmente acontecendo, foi maior e melhor do que eu um dia esperei. Foi mágico, exatamente igual a tudo que estava acostumada a assistir em seus DVDs desde meus 6 anos.
Quando a música “Don’t Let Me Be the Last to Know” começou, paralisei. Um balanço surgiu no meio do palco e lá estava ela, sentada, cantando. Uma das minhas músicas favoritas tocando no show da minha vida.

- ANUNCIE AQUI -

Até hoje não consigo expressar como me senti naquele momento, pra ser mais perfeito só faltou conhecer ela pessoalmente. Nunca vou esquecer desse show e de todas as dificuldades que enfrentei pra estar lá, mas que no final tudo acabou compensando.”

E aí, o que achou?!  Você também pode mandar um depoimento nos contando como foi o show mais insano que você já foi até o momento.
Basta entrar em contato conosco no link: Aqui. Não deixe de curtir nossa página no Facebook, e acompanhar as novidades da Nação da Música.

- PUBLICIDADE -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

A redação é comandada por Rafael Strabelli, Editor Chefe e Fundador da Nação da Música, que existe desde 2006. O site possuí mais de 20mil publicações entre notícias, shows, entrevistas, coberturas, resenhas, videoclipes e muito conteúdo exclusivo.