Gorillaz
Divulgação

No final de junho, o Gorillaz lançou seu sexto álbum da carreira “The Now Now”. Ele é composto por 11 faixas, sendo que algumas delas já tinham sido liberadas anteriormente.

O disco inicia com “Humility”, numa ótima parceria com o guitarrista George Benson. A faixa é bem leve, mas ao mesmo tempo dançante e puxada para o pop. O instrumental ao fundo varia de intensidade, na entrada do refrão sempre dá uma pequena pausa, o que muda o ritmo da música.

Com o estilo eletrônico mais presente, “Tranz” já é mais agitada e possui um dos refrãos que mais ficam na cabeça neste álbum. Sua batida, desde o início, é acelerada e ela ainda aumenta gradativamente.

Em “Hollywood” há uma nova colaboração. Desta vez, os artistas que participam são Jamie Principle e Snoop Dogg. A presença do rapper no meio da música encaixou muito bem e interrompe brevemente o eletrônico. Ela também é bem cativante e, apesar de ser a maior música do disco com quase cinco minutos, não é nem um pouco cansativa.

Diminuindo um pouco o ritmo, “Kansas” tem como diferencial o fato de já iniciar com o refrão, que também é bastante contagiante. Sua batida sofre pequenas alterações, mas nada muito drástico, apenas na ponte que é mais perceptível.

Em “Sorcererz” é possível notar uma presença maior de percussão que já dá uma outra cara para a faixa. Ela já é mais animada do que a anterior e é uma das melhores na parte instrumental.

- PUBLICIDADE -

Idaho” começa de forma bem mais lenta e inserindo aos poucos os recursos eletrônicos. O vocal tem um destaque maior já que a batida começa de maneira mais discreta. Com o decorrer da canção, ela até acelera um pouco, mas sempre mantendo o estilo mais ameno.

Com pouco mais de quatro minutos, “Lake Zurich” tem como principal característica o baixo uso do vocal. A maior parte é composta apenas pelo instrumental que é bem dançante. Apesar de não ter tanta letra, ela tem algumas mudanças na batida que fazem com que ela não seja tão cansativa.

Magic City” tem uma levada mais para baixo, meio melancólica. Ela é cheia de efeitos e seu vocal varia entre o grave nos versos e o agudo no refrão.

Fire Flies” é um pouco mais lenta comparada à maioria do álbum e já puxa mais para o experimental também. É bem diferente do restante e é uma das melhores faixas.

- PUBLICIDADE -

One Percent” é a música mais curta do disco com um pouco mais de dois minutos. Até sua metade, ela é bem parada e depois disso dá uma pequena acelerada, mas quando parece que vai chegar em seu auge, ela caminha para o fim.

Fechando muito bem o disco, “Souk Eye” vai até a metade da faixa com batida mais lenta, mas seu ritmo acelera aos poucos e, conforme chega perto do final, diminui novamente. A letra fala sobre a vivência em Los Angeles.

“The Now Now” é um bom disco, possui faixas bem atraentes e consegue mesclar o pop com experimental e toques eletrônicos numa boa dose. Contraponto “Humanz”, que estava cheio de parcerias, o novo álbum possui poucas colaborações que funcionaram perfeitamente. Não chega a ser o melhor trabalho do grupo, mas é um ótimo disco.

Deixe seu comentário no final dessa publicação, marque seus amigos que também curtem Gorillaz, acompanhe a nossa agenda de shows e a Nação da Música através do Twitter, Facebook, Instagram e Spotify. Muito obrigado pela visita e por ler essa matéria! Ouça o álbum pelo player do Spotify abaixo:


- PUBLICIDADE -