Skank se despede de Brasília transbordando energia em casa lotada

Skank
Foto: @RafaelStrabelli / Espaço das Américas.
- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

Dando continuidade à “Turnê da Despedida”, o Skank se apresentou na última sexta-feira (06) na capital do país, na Arena do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

Antes da banda tocar, o público já dava indícios de que estava com bastante energia para recebê-la. Com ingressos esgotados e uma casa lotada, o grupo Magoo foi responsável por fazer a atração de abertura, e por volta de uma hora e meia de apresentação, contou com um empolgado coro.

- ANUNCIE AQUI -

Por volta das 23 horas, quando o Skank finalmente pisou no palco, o entusiasmo era quase palpável. É sempre frisado que não é uma tarefa fácil se manter relevante durante tantas décadas seguidas, mas a banda mineira sem dúvida o fez com maestria, e a prova disso é a legião de fãs de diferentes gerações que cantava cada uma das canções a pleno pulmões.

- ANUNCIE AQUI -

Certamente deve ter sido uma missão difícil resumir mais de trinta anos de história em uma setlist de 27 canções, mas a banda acertou em cheio nas suas escolhas. Hit após hit, o público se manteve insaciável durante toda a apresentação, e em troca recebeu uma declaração de amor do vocalista Samuel Rosa. “Quem dera se todas as noites do Skank fossem como essa, Brasília“, agradeceu.

- ANUNCIE AQUI -

Sabendo como uma história bem-sucedida de músicas que fazem parte do imaginário brasileiro não poderia ser contada em apenas duas horas, o público brasiliense teve ainda o privilégio de ter pedidos especiais acatados pelo Skank, que improvisou canções que não estavam no repertório oficial, a exemplo da faixa “Amolação”, lançada em 1994.

Com suas composições bem estruturadas e de olhar crítico bem apurado sendo cantadas a alguns metros de distância do centro do poder, Samuel Rosa, Henrique Portugal, Lelo Zaneti e Haroldo Ferretti fecharam com esplendor a noite de apresentação no cerrado e deixaram a promessa de tentar retornar à capital outra vez antes da turnê findar.

- ANUNCIE AQUI -

A “Turnê da Despedida” do Skank ainda passará por algumas cidades, e para aqueles que forem prestigiar o grupo, é imprescindível levar bastante energia, afinal, com tantos hits seguidos, certamente será difícil sequer recuperar o fôlego.

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Skank, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e sua família. Não se esqueça que a vacinação contra a COVID já está disponível em todo o Brasil. Aqueles que já receberam a 1ª e a 2ª dose, lembrem-se de tomar a dose complementar e mesmo após vacinação completa, é necessário seguir as medidas de cuidado necessárias para contermos o coronavírus. Cuide-se!

- PUBLICIDADE -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

Jornalista apaixonada por palavras, cultura e entretenimento.