Rock in Rio: Confira os destaques do Palco Sunset deste domingo (17.09)

- PUBLICIDADE -
Melim
- PUBLICIDADE -
Maneva
Melim

- PUBLICIDADE -
Maneva

HMB & Virgul & Carlão

- PUBLICIDADE -

Esse é mais um daqueles shows que entram na categoria “Não viu? Perdeu”. Diretamente de Portugal, os artistas chegaram com uma proposta dançante, cheio de soul, mas se depararam com um Palco Sunset esvaziado de público. Entretanto, isso não diminuiu em nada a animação dos portugueses que elevaram o clima e até conseguiram conquistar alguns curiosos. Poucas pessoas foram exceções e conheciam os artistas. Algumas das faixas tocadas foram “Viver Para Sempre” de Carlão, “I Need This Girl” de Virgul e “C.D.Q.P.” (“Culpa de Quem Pariu”), do grupo HMB. Esta faixa, com carga política, fez o encerramento da vibrante apresentação, onde foi impossível ficar parado.

- PUBLICIDADE -

Johnny Hooker convida Liniker e Almério

- PUBLICIDADE -

O pernambucano Johnny Hooker foi recebido por um público maior para seu show e com a faixa “Touro” foi tratando logo de mostrar para o que veio. Dos que assistiam, a maioria o acompanhou nas letras de suas canções tais quais “Corpo Fechado” e “Alma Sebosa”. Johnny fez uma performance com bastante presença, mostrando-se feliz pelo momento. Liniker e os Caramelows foram muito bem recebidos pelos presentes e cantaram “Zero” e “Flutua”. Esta, parceria com Johnny Hooker, proporcionou um dos ápices do concerto. Cantando que “ninguém vai querer poder nos dizer como amar” e com o dizer “AMAR SEM TEMER” no telão, Liniker e Johnny protagonizaram um beijo, tipo o que foi censurado pelas redes sociais. Almério também chegou no estilo e pôde se apresentar para o público que em grande parte não parecia o conhecer. A parte final do show foi marcada por “Não Recomendado”, música forte que foi trabalhada por cerca de um ano para este show, segundo Zé Ricardo, diretor artístico do Palco Sunset. “Escandalizar” foi a última música da setlist de uma apresentação marcante e que muito agradou ao público.

Maria Rita convida Melanie Gardot

- PUBLICIDADE -

Quem estava esperando por samba, a princípio pode ter se decepcionado. Contudo, Maria Rita fisgou o público do Sunset com jazz de alta qualidade, com a proposta de homenagear Ella Fitzgerald, importante cantora e compositora norte-americana. Os presentes observavam compenetrados, alguns até se deixando levar pela música, enquanto Maria Rita deslizava pelas canções, clássicos como “The Lady is A Tramp” e “I’ve Got You Under My Skin”. A americana Melanie Gardot, que fala um ótimo português e até cantou na língua a canção “Corcovado”, apresentou ainda “Baby I’m a Fool”, faixa de sua autoria. O anoitecer foi embalado por uma ótima apresentação, finalizada com “Águas de Março”.

Nile Rodgers & Chic

- PUBLICIDADE -

Nile Rodgers & Chic começaram a apresentação lembrando de Lady Gaga, que cancelou sua performance no Rock in Rio por questões médicas. Desejando melhoras à cantora, Nile engajou numa setlist que incendiou o Sunset, elevando a energia do espaço com faixas como “I’m Coming Out” e “Get Lucky”. Foi difícil encontrar alguém parado enquanto os artistas traziam versões de “Let’s Dance” e “Like a Virgin”. “Le Freak” foi apenas mais um dos ápices daquele momento de altíssima energia e muita gente assistia por ali, mesmo com a aproximação do primeiro show do Palco Mundo. O público reclamou quando percebeu que a apresentação chegava ao fim, o que Nile recebeu emocionado. O palco então virou uma verdadeira festa ao som de “Good Times” e algumas pessoas dentre as quais artistas como Liniker, Maria Rita e Fernanda Abreu foram recebidas para uma celebração daquela noite com o público, fechando com chave de ouro o Palco Sunset do primeiro final de semana de Rock in Rio.

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte o Rock in Rio, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: FacebookTwitterSpotify e Instagram.

- PUBLICIDADE -