Especial: The Voice USA (12) – Os knockouts continuam

Os knockouts continuam no The Voice. Nessa terça-feira (04) nós conferimos mais algumas apresentações dos times do Adam, Alicia, Blake e Gwen e descobrimos quem fica, quem sai e quem é roubado. Acompanhe com a gente tudo o que rolou nesse episódio do programa.

Team Alicia: Anatalia Villaranda x Dawson Coyle

Primeiramente tivemos um par de adolescentes do time da Alicia Keys. Anatalia Villaranda que traz sempre muita energia para o palco – e até parecia um pouco fora de controle – em sua apresentação de “Two Black Cadillacs”, da Carrie Underwood, mostrou um pouco mais de maturidade. Além disso, transformou a música em algo mais pop, fazendo uma bela apresentação que demonstra a sua personalidade.

Dawson não teve uma batalha tão incrível, pelo mesmo motivo de trazer energia demais para o palco. Porém nessa noite, cantando Demons, do Imagine Dragons, ele mostrou seu lado mais emotivo, mais vulnerável e também que, as vezes, é melhor entregar algo mais simples.

Alicia acabou escolhendo continuar com Anatalia e ninguém roubou Dawson.

Team Blake: Enid Ortiz x TSoul

Enid subiu ao palco primeiro e cantou novamente uma música da Adele. A escolha da vez foi “When We Were Young” e ela esteve bem na sua zona de conforto. A candidata mostrou bastante emoção em sua voz enquanto cantava, porém, a performance em um todo foi meio entediante.

TSoul, por outro lado, é um candidato que tem se destacado desde sua audição e cantando “These Arms of Mine” ele parecia um profissional. A apresentação toda foi bem construída, com momentos que realmente prendem a nossa atenção.

Blake continuou com TSoul em seu time e ninguém roubou Enid.

Team Gwen: Aaliyah Rose x. Brennley Brown

E por fim tivemos mais duas candidatas novinhas que se enfrentaram. Aaliyah se apresentou primeiro, com a canção “Like I’m Gonna Lose You” da Meghan Trainor e também se manteve em sua zona de conforto, apesar de não parecer se conectar verdadeiramente com a música. Não há dúvidas que a jovem tenha muito potencial, mas acho que ela deveria escolher outras músicas e se desafiar um pouco mais.

Brennley, por outro lado, mostrou um lado mais maduro e mais profissional enquanto cantava “Up to the Mountain”. Foi uma belíssima apresentação, sem muitos erros e bem emotiva. Blake até comentou que naquele palco ela estava fazendo o que tinha nascido para fazer. Será?

Gwen então tomou a decisão de continuar com Brennley em seu time e Blake roubou Aaliyah.

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte The Voice, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter, Spotify e Instagram.

 

COMPARTILHAR
Andressa Oliveira
Metade campograndense, metade paulistana, jornalista e apaixonada por música. Escreve para o Nação da Música desde 2012, estuda música desde pequena, é obcecada por reality shows musicais, odeia atender telefone, mas não vive sem seu celular. Seriados, livros e comida também não podem faltar em sua vida.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!