Especial: The Voice USA (12) – Confira mais uma noite de audições

Chegamos a última semana de audições para a 12ª do The Voice USA e confesso que eles guardaram o melhor para o final (opinião pessoal da autora que vos fala). Na última segunda-feira (13) conhecemos mais alguns candidatos e vimos os times estarem quase completos. Uma observação: tivemos vários episódios sem as montagens rápidas (ainda bem), mas no último programa não conseguimos fugir disso. A boa notícia é: a NBC divulgou no canal do The Voice a audição completa dos candidatos que foram colocados na montagem! Bom, confiram tudo o que rolou no The Voice.

O programa foi aberto por Kenny P, de 30 anos. Ele escolheu cantar a música “Hello, It’s Me” do Todd Rundgren, o que já foi bem interessante pelo fato de não ser uma canção muito presente no The Voice. Kenny fez uma apresentação boa, mostrou que tem um tom bem agradável de ouvir e conseguiu virar as cadeiras do Blake e Gwen. No fim, acabou escolhendo seguir com a cantora.

Enid Ortiz, de 25 anos, é uma assistente médica durante o dia e vocalista de uma banda a noite. Sua apresentação de “All I Ask” da Adele mostrou que ela tem muito potencial, uma voz incrível, mas o chocante foi que ela quase não virou nenhuma cadeira. Blake Shelton apertou o seu botão no último minuto, sendo o único a virar a cadeira.

Na sequência conhecemos RJ Collins, de 18 anos. Seu amor pela música veio do seu irmão mais velho, que foi morto tragicamente há alguns anos então sua apresentação nessa noite foi em homenagem a ele. Cantando “Purpose” do Justin Bieber, RJ conseguiu fazer Adam apertar seu botão em poucos segundos, seguido depois de algum tempo por Alicia Keys. RJ tem uma voz muito boa, transmitiu bastante emoção em sua performance e no fim escolheu ir para o Team Alicia.

TSoul, de 30 anos, subiu ao palco para cantar “Take me To River” e foi um dos primeiros candidatos a me deixar animada com essa temporada. Ele mostrou bastante profissionalismo, um vocal maravilhoso, melismas e presença de palco. Todos os técnicos – com exceção da Alicia – viraram suas cadeiras. Mas a maior surpresa foi a escolha do time: TSoul agora faz parte do Team Blake.

Chegamos na montagem rápida (mas por sorte vocês vão conferir a apresentação inteira). Andrea Thomas cantou a música “Baby, Now That I’ve Found You” e pudemos perceber que apesar de uma voz um pouco anasalada, ela é bem comercial. Andrea virou apenas a cadeira do Blake e segue em seu time.

Davina Leone cantou “Cheap Thrills” da Sia. Ela teve alguns problemas de respiração e acabou perdendo um pouco do seu timing, mas acho que tem potencial para se dar bem no programa. Davina então foi para o Team Gwen.

Na sequência vimos Hanna Eyre, de 15 anos. Cantando “Blank Space” a jovem fez uma apresentação mais tranquila e “fofa” da música, mostrou que tem uma boa afinação, mas que também precisa de treino. Adam, Blake e Gwen viraram suas cadeiras, mas foi Adam que a conquistou.

Hunter Plake, de 20 anos, também foi um candidato que me surpreendeu nessa noite. Cantando “Carry On” do fun., fez uma ótima apresentação, considerando o nível de dificuldade em cantar uma música do Nate Ruess. Hunter então mostrou estar pronto para a competição, com um tom bem agradável e o pacote completo. Virou as cadeiras de Gwen e Alicia e escolheu seguir com Alicia.

Nala Price, de 17 anos, subiu ao palco para cantar a música “Send My Love (To Your New Lover)” da Adele. A jovem fez uma boa apresentação, tem uma potência legal, mas não foi tão convincente no que estava cantando. Adam e Gwen viraram suas cadeiras e ela escolheu entrar no time do vocalista do Maroon 5.

Sammie Zonana, de 24 anos, mostrou que é do tipo de artista que o The Voice precisa e não tem em grande quantidade. Cantando “Dangerous Woman”, da Ariana Grande, a jovem mostrou personalidade, estilo e fez uma versão bem agradável da canção. Apenas Gwen virou sua cadeira, mas já imagino uma parceria bem interessante no programa com essas duas.

Por fim, conhecemos Valerie Ponzio, de 32 anos. Cantando “Ring of Fire”, ela conquistou a plateia do estúdio logo que começou a cantar e também foi a única da noite a virar todas as cadeiras. Valerie tem um tom muito bonito e é bem cativante. Escolheu seguir então no Team Blake.

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte o The Voice, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter, Spotify e Instagram.

COMPARTILHAR
Andressa Oliveira
Metade campograndense, metade paulistana, jornalista e apaixonada por música. Escreve para o Nação da Música desde 2012, estuda música desde pequena, é obcecada por reality shows musicais, odeia atender telefone, mas não vive sem seu celular. Seriados, livros e comida também não podem faltar em sua vida.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!