Especial: The Voice USA (12) – Confira as apresentações do Top 12

Mais uma semana de The Voice começando com as apresentações do Top 12 que conhecemos na última semana. Nessa segunda-feira (24) os candidatos da 12ª temporada do nosso reality show favorito subiram ao palco em busca de conquistar o voto do público. Como de costume, os menos votados vão ter a chance de se apresentar novamente, no próximo episódio, durante o Instant Save e dessa vez, o menos votado deixa a competição. Nessa semana, os times contaram com os conselhos da cantora Shania Twain que também – pela primeira vez na história do The Voice – sentou em uma cadeira durante o programa junto dos técnicos Adam, Alicia, Blake e Gwen.

O primeiro a se apresentar foi Jesse Larson, do Team Adam. Cantando “Made You Feel My Love” o técnico Adam desafiou o candidato a fazer uma performance sem a sua guitarra. Apesar disso, Jesse conseguiu fazer uma belíssima performance. A parte vocal foi muito bem executada – tirando alguns pequenos erros – e ele ainda mostrou bastante emoção e autenticidade.

Mark Isaiah, também do Team Adam, veio na sequência cantando a música “One Dance” do Drake. Mark não teve um bom momento na última semana e acabou tendo que ser salvo pelo seu técnico. Nessa segunda, Adam até escolheu uma música melhor para o candidato, mas não acho que tenha sido o suficiente. Mark não mostrou muita confiança no palco, quando tentou se soltar, isso acabou atrapalhando o seu desempenho vocal.

Do Team Alicia, Stephanie Rice subiu ao palco para cantar a música “White Flag”. Sem o piano, a candidata fez uma apresentação bem dramática em suas emoções e mostrou bem sua intenção de fazer uma versão meio obscura da canção. Alguns acham exagerados os seus movimentos, mas não há como negar que ela sempre entrega tudo de si.

Troy Ramey, do Team Gwen, cantou nessa semana a música “Free Fallin’” do Tom Petty, uma música que poderia trazer respostas não muito positivas se ele mudasse demais a melodia – como está acostumado a fazer. Tanto sua técnica, quando Shania, o aconselharam para manter a melodia, mas no palco ele fez sua interpretação e em alguns momentos nem pareceu a mesma música.

Na sequência vimos Aliyah Moulden, do Team Blake. Eu entendo que Aliyah está se descobrindo musicalmente, tendo em vista sua idade, mas poderiam colaborar com a escolha de música que estão dando a ela. “Love is Like a (Heat Wave)” é uma canção complicada e poderia ter sido melhor utilizada se tivesse sido modernizada. Mas Aliyah se manteve na melodia original, até mostrou um pouco de confiança e um bom vocal, mas com alguns problemas de afinação.

Chris Blue, do Team Alicia, também recebeu uma música antiga para apresentar, mas ele conseguiu fazer uma apresentação completamente dinâmica. Cantando “Love and Happiness” novamente ele mostrou muita paixão e profissionalismo no palco e assim como Shania comentou eu também fiquei com o pensamento de “Chris faz isso parecer tão fácil”.

Do Team Blake, Lauren Duski cantou a música “Lord, I Hope This Day Is Good”. Essa foi uma boa música para a candidata que fez uma belíssima apresentação novamente. Lauren tem uma postura muito interessante no palco, o que chama a atenção do público, e aparenta sem muito profissional também.

Lili Passero, do Team Adam, teve uma semana difícil. Além de estar doente e perder suas sessões de aconselhamento com Shania, ela recebeu uma música que não a favoreceu em nada. “Man! I Feel Like a Woman” da própria Shania, é uma música cheia de energia e as mulheres amam cantá-la no karaokê, festas, ou algo do tipo, mas não tem nada a ver com o estilo da Lili e pode prejudica-la na votação. Essa foi uma das piores apresentações da candidata, que além de não parecer confortável no palco, também teve alguns problemas com a afinação.

Na sequência, Brennley Brown, do Team Gwen, subiu ao palco do The Voice para cantar a música “Long, Long Time”. É interessante notar que Brennley se mostra bem madura em suas apresentações e sabe bem o tipo de música que quer fazer. Essa foi uma apresentação muito bonita de se ver.

TSoul, do Team Blake, é um candidato que tem se destacado durante essa temporada do The Voice com sua energia e apresentações. Porém, nessa segunda-feira, cantando “Always on My Mind” ele mostrou algumas dificuldades. O candidato teve alguns problemas com afinação durante a apresentação inteira, principalmente no começo da canção. E apesar dele ter mostrado bastante emoção e comprometimento com a performance, esses erros falaram mais alto comigo.

Hunter Plake, membro do Team Gwen, fez uma apresentação bem interessante nessa segunda-feira. Cantando “Somebody That I Used to Know” do Gotye, ele deu a sua cara para a música e fez a performance mais energética de sua jornada no programa. Além disso, mostrou que é realmente um artista e trouxe algo diferente do que o público estava acostumado com suas apresentações.

Vanessa Ferguson, do Team Alicia, fechou o programa com a música “A Song for You”, canção que ela evitou cantar por muito tempo, porque a intimidava. Mais uma vez, Vanessa fez uma ótima apresentação, onde ela se mostrou bem conectada com a música e também bem profissional.

Deixe seu comentário no final da página, marque aquele seu amigo que também curte o The Voice, e acompanhe a Nação da Música nas Redes Sociais: Facebook, Twitter, Spotify e Instagram.

COMPARTILHAR
Andressa Oliveira
Metade campograndense, metade paulistana, jornalista e apaixonada por música. Escreve para o Nação da Música desde 2012, estuda música desde pequena, é obcecada por reality shows musicais, odeia atender telefone, mas não vive sem seu celular. Seriados, livros e comida também não podem faltar em sua vida.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!