Quando você atinge certo nível de fama, algumas coisas se tornam um pouco mais interessantes que na vida convencional. Você pode criar sua própria marca de roupas, ter seu próprio jogo de videogame, enfim, a vida torna-se muito mais customizável. Para alguns artistas, o ponto alto disso é ter a sua própria marca de cerveja. Afinal de contas, existe algo melhor do que beber com os seus amigos a sua própria bebida? Acho que não.

Hoje, na coluna B-side, listamos alguns famosos que resolveram transformar a cervejinha em um negócio rentável, começando pelo Iron Maiden. No inicio de 2013 chegou ao mercado “Trooper”, cerveja criada pelo grupo e que leva o nome de um dos maiores clássicos da história da banda britânica.

Considerada uma cerveja tipicamente inglesa, o sabor da “Trooper” foi elaborado por um grande conhecedor e apreciador de cervejas: Bruce Dickinson. Além do vocalista do Iron Maiden e piloto de avião nas horas vagas, Bruce ajudou a desenvolver o sabor da bebida que leva a marca da banda.

Que a combinação rock e cerveja é perfeita, todos já sabem. Então, o que esperar quando um dos maiores ícones do estilo, na atividade a 40 anos, entra no ramo das bebidas? Um grande resultado! Lançada no final de 2012, a cerveja AC/DC carrega consigo toda a influência dos australianos.

Com o slogan “German Beer. Australian Hardrock” (Cerveja alemã. Hardrock australiano), a AC/DC é uma cerveja pilsen premium e que ainda vem com um selo de pureza, ganho por ser feita somente com os ingredientes tradicionais de fabricação: malte, cevada, lúpulo e água.

Você deve estar pensando que só as grandes bandas de rock resolveram investir neste mercado, não é mesmo? Mas não importa o estilo musical, todos tem o direito de produzir a sua própria cerveja. Esse é o caso do Hanson!

- PUBLICIDADE -

No começo de 2013 o trio lançou a sua própria marca de cervejas, a “MMMHops”, um óbvio trocadilho com a música “MMMBop”, grande sucesso do grupo nos anos 90. A cerveja do Hanson foi lançada oficialmente durante a festa de lançamento do filme “Se Beber Não Case – Parte 3”, perfeito! Outro ponto interessante é que os rapazes doarão o dinheiro arrecadado com a venda da bebida para a Cruz Vermelha.

Ter sua própria marca de cerveja não é exclusividade dos gringos, muitos artistas brasileiros já se aventuraram neste caminho. O Sepultura, uma das mais importantes bandas de trash metal do mundo, lançou uma cerveja weiss (feita com malte de trigo) para comemorar os 25 anos de carreira do grupo.

Outros artistas brasileiros também tem seu nome estampado em rótulos de bebidas por ai. Os Raimundos tem a “Raimundos Helles”, cerveja de tipo Helles, tradicional da cidade de Munique. Já o Matanza não quer que seus fãs fiquem bêbados de cair com qualquer coisa, a banda também tem no mercado uma cerveja, no estilo Indian Pale Ale. Os Titãs, além de grande colaboração ao rock nacional, também estão entrando no mercado cervejeiro. A banda lançará ainda este mês a cerveja Colorado Titãs Brown Ale.