B-side: Relembre artistas que já tinham carreiras musicais antes de participar do The Voice

A quinta temporada do The Voice norte-americano terminou esta semana. Como você acompanhou aqui, Tessanne Chin, representante do time de Adam Levine, foi a grande vencedora e finalmente realiza o seu sonho de ser A voz. Porém, antes de participar do reality, a jamaicana já tinha um background musical em seu país, com dois álbuns lançados e diversos singles divulgados nas rádios locais.

- ANUNCIE AQUI -
Lubeka

Hoje, na coluna B-side, traremos alguns participantes de outras temporadas que, assim como Tessanne, já tinham experiência suficiente antes de entrarem na disputa do reality!

- ANUNCIE AQUI -

Começamos por Juliet Simms, que terminou em segundo lugar na segunda temporada do The Voice. Representante do time de Cee Lo Green, Juliet chamou muito a atenção do público ao longo daquela edição do programa, mostrando muita versatilidade em sua voz e uma presença de palco impecável.

- ANUNCIE AQUI -

Para o grande público o nome de Juliet Simms era novidade, porém ela já tinha um histórico no cenário alternativo norte-americano. Antes do programa Juliet era líder da banda Automatic Loveletter, que lançou dois discos com bastante destaque neste meio. Juliet também era conhecida por ser a voz feminina na balada “Remembering Sunday“, do All Time Low.

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

Na terceira temporada de The Voice tivemos dois ótimos exemplos de artistas que saíram do cenário alternativo norte-americano para o reality show. Primeiramente temos Joe Kirkland. Joe é o criador do projeto de pop-rock Artist Vs. Poet, que está na estrada até hoje.

- ANUNCIE AQUI -

Durante as blinds ele chamou atenção dos rivais Adam e Blake, mas acabou indo trabalhar com o líder do Maroon 5 por conta de suas semelhanças musicais. Joe acabou não durando muito no programa e acabou sendo eliminado na terceira fase. Após isso, ele retomou os trabalhos com o Artist Vs. Poet.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- PUBLICIDADE -

A terceira temporada do reality também reservou o melhor desempenho de um artista que já tinha carreira musical. Claro que estamos falando de Cassadee Pope. Desde as blind auditions a antiga líder do Hey Monday chamou atenção de todos, virando quatro cadeiras e terminando por trabalhar do Blake Shelton.

Shelton soube aproveitar muito bem as influências do pop e rock, e deu o seu toque country a Cassadee, que sempre se mostrou muito versátil em suas apresentações. Em nenhum momento da temporada pareceu que o destino desta parceria fosse algo diferente do título. Em outubro Cassadee Pope lançou o seu primeiro disco solo, “Frame By Frame”.

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

Brasileiros também entram nessa história. Fantine, ex-integrante de girl band Rouge, participou da edição holandesa do The Voice em 2013. A cantora conquistou o público ao misturar versos em português durante as suas performances. Porém, Fantine foi eliminada logo cedo, caindo durante as fases eliminatórias do reality.

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

Vicente Pardo: Editor do Nação da Música desde 2012, formou-se em Jornalismo pela Universidade Federal de Pelotas em 2014. A música sempre foi sua paixão e não consegue viver sem ela. É viciado em procurar artistas novos e não consegue se manter ouvindo a mesma coisa por muito tempo. Também é um apaixonado por séries de TV e cultura pop.