Dando continuidade ao especial de fim de ano (confira a primeira parte aqui), em que falaremos das nossas apostas para 2015, esta semana iremos contar um pouquinho sobre a história e discografia do Bastille.

A banda de indie rock Bastille teve seu início em Londres a partir de um projeto solo do atual vocalista Dan Smith. Inicialmente, ele chamou Woody para acompanhá-lo nos shows e, com o tempo ele, decidiu que a melhor ideia seria montar uma banda. Quando Dan voltou de sua turnê, em 2010, convidou Will e Kyle para participarem do projeto.
O nome foi escolhido devido ao aniversário de Dan ser no mesmo dia da Queda da Bastilha.

Em 2010, o grupo lançou um vinil com duas faixas, “Flaws” e “Icarus”, e apenas 300 cópias físicas para distribuição. No ano seguinte, foi lançado o EP “Laura Palmer”, que ajudou a banda a conseguir reconhecimento. Através do YouTube e MySpace, Bastille foi sendo notado pela mídia e também pelas gravadores. Nessa época, eles assinaram um contrato com a Virgin/Universal Records e, em abril de 2012, lançaram seu primeiro single oficial, “Overjoyed”.
No mesmo ano, Bastille disponibilizou duas mixtapes, “Other People’s Heartache” e “Other People’s Heartache: Part 2?, gratuitas na internet. O material contém regravações de sucessos como “Titanium” de David Guetta e “Dreams”, do Fleetwood Mac”.

O primeiro álbum do grupo, “Bad Blood”, foi lançado em março 2013. Nessa época, a banda já estava no topo das paradas, graças ao single “Pompeii”, que foi lançado em meados de 2012. Várias faixas da banda também estavam sendo divulgadas, e tocando em episódios de séries famosas, como The Vampire Diaries. Isso foi essêncial para divulgar o trabalho do grupo e, como consequência, alavancar as vendas do novo álbum.
“Bad Blood” permaneceu no topo das paradas britânicas por 3 semanas seguidas e recebeu um certificado de platina por suas vendas no Reino Unido. O disco também foi nomeado na categoria “Álbum Britânico do Ano”, no BRIT Awards de 2014.

- PUBLICIDADE -

No final de 2013, Bastille anunciou que lançaria uma nova versão de seu álbum, intitulada “All This Bad Blood”. O novo disco continha, além das canções antigas, algumas faixas inéditas.

Em 2014, a banda começou a trabalhar em seu segundo álbum e deu início às gravações em setembro. Ainda sem uma previsão de finalização do novo disco, o grupo anunciou o lançamento de sua terceira mixtape, “VS (Other People’s Heartache, Pt. III)”, que deve ocorrer em dezembro.

- PUBLICIDADE -

Continue acompanhando o site e na próxima semana descubra um pouquinho mais sobre os videoclipes do Kodaline.