A Argélia é um país da África do Norte que faz parte do Magreb, sendo o maior país da bacia do Mediterrâneo e o mais extenso de todo continente africano. A população da Argélia é dominada 99% por muçulmanos.

A grande maioria dos argelinos é de descendentes de árabes e berberes; O país abrange uma grande variedade de formas artísticas, portadoras da memória das civilizações que se foram sucedendo.

A música argelina beneficia de um vasto repertório de estilos: música arabo-andaluza (Mahieddine Bachtarzi), considerada a música clássica argelina; músicachâabi (Hadj M’Hamed El Anka) ou Raï (Cheikha Remiti), urbanas e populares; música cabila (Idir), inspirada em contos transmitidos oralmente; ou ainda gwana (Othmane Bali) e tuaregue, com origem nos escravos da África subsariana.

Veja abaixo um pouco dos principais artistas argelinos:

– Azar é uma banda da Argélia, formada em 2005, cuja sonoridade das músicas resulta de uma mistura de folk metal e Black metal. Algumas canções são cantadas em inglês, outras em berberes, porém, a maioria são faixas instrumentais sem o vocal. O grupo na realidade é formado por uma pessoa: Shashung – sendo este vocalista e multiinstrumentista, o músico também é integrante de outra banda argelina, o Bactotavaiy.

– Cheb Khaled  é um cantor de Raï argelino, muito conhecido aqui no Brasil por uma música que estourou logo no começo do milênio. Chamada “El Arbi”, a canção chegou a ficar 5 semanas seguidas no topo das paradas, tornando-se então a música árabe mais tocada no Brasil.

- PUBLICIDADE -

– Rachid Taha é um dos cantores franco-argelinos mais famosos do gênero Raï, as suas músicas tem uma mistura de diversos gêneros musicais como:  rock, techno, Indie e claro,  o próprio gênero Raï.

–  Hamid Cheriet conhecido artisticamente por Idir é um dos principais cantores argelinos, representantes da música folk berbere e da cultura cabília. O artista hoje, com 65 anos participou em vários concertos apoiando diversas causas diferentes.

– Cheb Mami é um cantor de Raï argelino de 48 anos. O músico canta e fala em árabe argelino, e as vezes em dialeto francês. Cheb Mami fez sua primeira aparição pública oficial ne Primeiro Festival Raï Festival , em 1985, que marcou o reconhecimento oficial do gênero pelas autoridades argelinas. Em 1999, Mami liderou as paradas pop da França com um dueto com o rapper francês K -Mel, na faixa “Parisien du Nord “. A música era um hino contra o racismo. Confira!