The Voice USA (5)- Confira como foram as apresentações finais da temporada

Foi ao ar na última segunda-feira (16) as apresentações ao vivo dos finalistas desta quinta temporada de The Voice. Esta foi a última vez que Tessanne Chin, Will Champlin e Jacquie Lee subiram ao palco para disputar o voto popular. Na noite, cada competidor fez três apresentações: um dueto com o seu treinador, uma apresentação solo e uma nova performance da música apresentada por eles durante as blind auditions.  Lembrando que os resultados serão conhecidos nesta terça-feira (17), em uma noite que reserva ainda shows de Lady Gaga, Paramore, OneRepublic entre outros grandes momentos.

Além das apresentações valendo voto, a noite reservou dois shows especiais. Primeiro, tivemos os nossos queridos coaches apresentando o clássico “Pour Some Sugar On Me”, com a participação de integrantes do Def Leppard. As três melhores vozes da temporada também fizeram uma apresentação conjunta, cantando “I’ll Be There’, do Jackson 5.

- Publicidade -

Adam Levine tem duas vozes na final da competição. Os números já o tornam o favorito a vencer esta temporada, mas ele também tem ao seu lado o talento de seus competidores. Tessanne Chin ganhou a apreciação do público ao longo das semanas, mostrando um grande crescimento tanto vocal quanto na sua presença de palco.

Ela mostrou novamente “Try”, da Pink, canção que rendeu a ela quatro cadeiras durante as blind auditions. Sem sombra de dúvidas Tessanne melhorou bastante por conta da segurança que seu treinador transmitia a ela. Ela e Adam se apresentaram juntos com a clássica “Let It Be”, dos Beatles. Certamente um dos momentos mais bonitos dessa temporada.

- Publicidade -

Para encerrar com chave de ouro a sua passagem pelo The Voice, Tessanne tomou conta do palco com uma apresentação solo de tirar o fôlego. Apresentando “I Have Nothing”, de Whitney Houston, ela comprovou que o status de diva lhe cai muito bem!

Tessanne sempre foi uma certeza no time de Adam Levine, exatamente o oposto do que aconteceu com Will Champlin. Podemos dizer que a chegada de Will a este ponto da competição é algo completamente inesperado, mas totalmente merecido. Durante as blind auditions ele foi para o time de Adam sem virar quatro cadeiras, nas batalhas ele foi eliminado e roubado para a equipe de Christina Aguilera e, na fase seguinte, foi eliminado novamente e retornou para a equipe Levine.

- Publicidade -

Com este histórico na competição podemos afirmar, com segurança, que Adam confia muito no talento de Will. Essa confiança fez com que ele estimulasse Champlin ao longo de toda a temporada. A prova disso é a evolução que ele teve na performance de “Not Over Your”, do Gavin DeGraw, desde as audições até agora. Will e Adam também mostraram muito entrosamento com o dueto de “Tiny Dancer”, de Elton John.

Para encerrar a sua participação no The Voice, Will também aposto em uma balada para sua performance solo. Ele mostrou ao público a balada “(Everything I Do) I Do It For You”, de Bryan Adams. Além da emoção óbvia que essa música transmite, Champlin emocionou a todos ao apresentar o final da música para sua esposa e filha.

Christina Aguilera e Jacquie Lee são as intrusas nesta noite do time de Adam Levine. E com certeza são fortes candidatas a colocar um pouco de água no chopp na festa do líder do Maroon 5. Jacquie é a mais jovem competidora desta temporada, com apenas 16 anos. Ela pode repetir o sucesso das estrelas teen, como Danielle Bradbery, vencedora da última edição do reality.

Ela cresceu muito ao longo da competição. Prova disso é que, durante as blind auditions, ela teve somente duas cadeiras viradas. Porém, Jacquie sempre se mostrou uma aluna perfeita para os ensinamentos de Christina Aguilera, tanto no que diz respeito a sua voz como na parte de ser uma estrela da música ainda jovem. Ela relembrou a sua audição com uma nova performance de “Back To Black”, de Amy Whinehouse. Jacquie Lee e Christina Aguilera mostraram todo o girl Power da parceria com “We Remain”, música de Xtina para a trilha sonora do filme “Hunger Games: Catching Fire”

Com muita influência pop e muito bem treinada, Jacquie Lee sempre mostrou ao longo a temporada que a sua voz era extremamente versátil. Porém, as performances que mais chamaram atenção foram aquelas em que a jovem cantou baladas, sempre abusando de sua capacidade vocal e da emoção. Foi com essa combinação que ela fechou a sua participação no The Voice, mostrando “And I’m Telling You I’m Not Going”, de Jennifer Holliday.

Avatar
Vicente Pardo
Vicente Pardo: Editor do Nação da Música desde 2012, formou-se em Jornalismo pela Universidade Federal de Pelotas em 2014. A música sempre foi sua paixão e não consegue viver sem ela. É viciado em procurar artistas novos e não consegue se manter ouvindo a mesma coisa por muito tempo. Também é um apaixonado por séries de TV e cultura pop.

Deixe seu comentário!

#Publi

Últimas

Liam Payne e DJ Alesso ultrapassam fronteiras no novo single “Midnight”

O Liam Payne se juntou novamente com Alesso e essa parceria rendeu mais uma canção. Divulgado nesta quarta-feira (8), o single "Midnight" vem com...

Nando Reis lança versão de quarentena da clássica “N” com seu filho

Saiu nesta quarta-feira (8), no canal oficinal de Nando Reis no YouTube, uma versão de sua famosa música "N" em parceria com seu filho...

Bryan Behr passei em ponte de Florianópolis no clipe de “Eu Te Amo”

Foi lançado na tarde dessa quarta-feira (08) através do canal oficial no YouTube do Bryan Behr, o videoclipe da faixa “Eu Te Amo”. “Eu Te...

King Diamond cancela oficialmente a sua única apresentação no Brasil

Foi confirmado no início da tarde dessa quarta-feira (08) através de sua assessoria de imprensa, o cancelamento do show do King Diamond no Brasil. O...

Green Day: Billie Joe Armstrong faz cover em programa do Jimmy Fallon

O vocalista do Green Day, Billie Joe Armstrong, está bem ativo durante a quarentena, com lançamentos de diversos covers, e nesta segunda-feira (06) foi...

#Publi