Foto: Jean Cabral

Nesta sexta-feira (19), a banda Planta e Raiz divulgou seu novo single, a música “Desejo” que tem a participação especial de Cynthia Luz. 

A faixa foi composta pelo vocalista Zeider, por Cynthia e também por Tobal e Tato (Falamansa) e fará parte de um novo EP que contará com cinco músicas no total. Além destes lançamentos, Planta e Raiz já está planejando também um novo DVD acústico para comemorar os 21 anos de carreira do grupo. 

A Nação da Música conversou com Zeider sobre os próximos lançamentos do Planta e Raiz, o trabalho com Cynthia Luz e também sobre o futuro da banda.

Entrevista por Marina Moia.

—————————- Leia a íntegra:
Olá, tudo bem? Obrigada por falar com a gente! Sexta-feira tem lançamento do Planta e Raiz, a música “Desejo”! Como foi trabalhar com Cynthia Luz nessa faixa e também no videoclipe que vai ser lançado junto?
Zeider: Foi demais! Nosso coração tá feliz pela oportunidade de lançar mais uma canção. E juntando as gerações! A gente tá aí há 21 anos fazendo música, fazendo reggae aqui no Brasil, e a Cynthia é queridassa. Sempre esteve com a gente, já colou em show quando era menina, cantava todas as canções. Sempre teve essa ligação com a gente.

Ter a Cynthia com a gente nesse momento é muito legal porque tivemos também a oportunidade de colocar nossos elementos na canção, tem uma latinidade, tem um beat de trap. É uma música de amor. A voz da Cynthia é linda, é única e ela escreve muito bem também. Tinha que ser ela!

- PUBLICIDADE -

Ela foi escrita por vocês, com a Cynthia, e também com o Tobal e o Tato, que é do Falamansa. Como funcionou a dinâmica de composição e criação da faixa entre vocês?
Zeider: Vira e mexe eu to com o violão na mão [risos]. Nesse caso a gente estava na casa do Tobal, aqui em Juquehy no litoral de São Paulo, e tava o Tato também ali numa resenha, violãozinho na mão. Eu tinha um arranjo dedilhado e aí eu cantei uma melodia, o Tato já emendou e fomos colocando a letra. Começamos somar ali nas ideias, quando a gente foi ver, a base estava pronta. A Cynthia escreveu a parte dela ali na hora, no estúdio, antes de gravar. Foi uma música a quatro mãos

O que os fãs podem esperar do EP que está por vir? Pode nos contar o nome de alguma outra colaboração?
Zeider: Não sei se é a próxima a sair, mas a gente já tem uma canção gravada com o Fábio Brazza, que já está no esquema, estamos atrás de produzir o videoclipe. E os outros nomes, como a gente ainda está escolhendo a música e definindo algumas coisas, eu não posso revelar. Mas eu posso dizer que a gente vai continuar conectando as gerações.

Por que a escolha de lançar um EP desta vez e não um disco completo?
Zeider: A gente já lançou tanto disco na nossa vida que aí chegamos na conclusão que deveríamos fazer um pouco do que o mercado está pedindo, sabe? Porque a gente pode lançar um disco com 10, 12 faixas e trabalhar só numas 3 faixas. O mundo gira muito rápido e dai vai deixando de ser novidade.Eu acho que é legal estar sempre com algo novo, trabalhando com a expectativa do público. 

Vocês completam 21 anos de carreira em 2019. O que passa na sua mente quando pensa em toda essa história como banda, como músicos?
Zeider: É uma coisa muito louca mesmo. A gente viu toda essa transformação do mercado. Tivemos momentos de crise na música, nesse nosso tempo, e agora vê a coisa caminhando legal, através dos streamings, do YouTube. Os artistas tendo a sua remuneração de uma forma justa. 

- PUBLICIDADE -

A gente também teve, nessa trajetória, oportunidade de estar junto de artistas que a gente sempre admirou. Chorão cantou com a gente em nosso DVD em 2005, Evandro Mesquita, a galera da nossa geração também como Natiruts. Tivemos a oportunidade de cantar com Gilberto Gil, Ivete Sangalo, enfim, acho que o legal é isso. As pessoas que a gente conhece, a história que a gente tem escrito. 

A gente vê também novos nomes como Maneva, a própria Cynthia Luz que é de outro estilo, mas que veio da influência da nossa música também. Ter toda essa bagagem é maravilhoso e poder também testar novos elementos é muito bom. Música é nosso sonho, então a gente sempre fica feliz em realizar um novo projeto.

O que mais vocês gostariam de alcançar na carreira da Planta e Raiz nos próximos anos? Ou então algo que vocês já fizeram e gostariam de repetir a dose?
Zeider: A gente está sempre buscando o melhor. Sempre querendo que a nossa música conquista mais e mais corações. E que a nossa influência continue sendo real e não só na minha geração, mas nas que estão vindo e ouvindo a nossa música.

A verdadeira luta agora é pra permanecer e continuar realizando e gravando e lançando coisa nova. Eu também tenho meu projeto como compositor, então continuo compondo e conectando com outros artistas de outros estilos. 

Como a gente já disse hoje, cada novo projeto é um sonho que a gente realiza. Só quero continuar realizando sonhos.

- PUBLICIDADE -

Sobre o próximo DVD, pode nos falar algo sobre o que os fãs podem esperar? Alguma informação que pode nos contar?
Zeider: Esse DVD vai ser um DVD acústico, disso temos certeza. Vão ter novas canções, vai ter coisa inédita, vai ter também releituras dos nossos clássicos. A gente está querendo fazer num lugar bem legal, mas que ainda não está definido. 

A galera pode esperar nossa vibração. O legal de ser acústico é que a música muitas vezes surge no violão, então é a oportunidade da galera sentir a essência da nossa parada. 

Gostaria de mandar um recado aos leitores da Nação da Música?
Zeider: Primeiramente agradecer à Nação da Música pela oportunidade de poder colocar nossa música pra frente, fazer acontecer. E vamos continuar acreditando na música boa, continuem investindo nos artistas que vocês gostam. Como? Consumindo a música, indo nos shows, acreditando no sonho do artista porque a vida de quem faz música não é fácil. Mas a gente continua a fazer por isso, porque é mais do que simplesmente trabalho, é uma missão. Mexemos com a emoção das pessoas. A música também é cura!

Deixe seu comentário no final dessa publicação, marque seus amigos que também curtem Planta e Raiz, acompanhe a nossa agenda de shows e a Nação da Música através do Twitter, Facebook, Instagram e Spotify. Muito obrigado pela visita e por ler essa matéria!