Entrevistamos Becky Hill sobre “Last Time” e parceria com Bruno Martini

BECKY HILL
Foto: Jennifer McCord
- PUBLICIDADE -
Raízes da Mamma
- PUBLICIDADE -
Meu Funeral

Em março deste ano, a cantora britânica Becky Hill divulgou o single “Last Time”, que estourou nas plataformas digitais e na última sexta-feira (25), ela lançou a parceria com o DJ David Guetta chamada “Remember”.

- PUBLICIDADE -
Meu Funeral

A artista já até colaborou com o brasileiro Bruno Martini na faixa “Wake Up With You”, que está no disco de estreia do músico, “Original”. Agora, a Becky se prepara para lançar o seu próprio álbum de estreia, que está há quase 10 anos no forno.

- PUBLICIDADE -

A Nação da Música teve a oportunidade de conversar com a cantora sobre os lançamentos mais recentes, a colaboração com Bruno Martini, a vontade de vir ao Brasil e também sobre as expectativas para o lançamento do disco inédito.

- PUBLICIDADE -

Entrevista por Marina Moia
———————————— Assista à entrevista:

- PUBLICIDADE -

———————————— Leia a íntegra:
Já faz um pouco mais de um mês desde que “Last Time” foi lançada. Como tem sido essa jornada para você desde então?
Becky Hill: Desta vez tem sido muito interessante! Eu amo escrever músicas e eu amo lançar músicas. Mas, obviamente, foi num período bem estranho. Então foi bem estranho lançar outro single no meio de uma pandemia. Tem sido estranho não poder apresentar as músicas para ninguém. Mas é bom saber que o esforço que eu dedico ao meu trabalho está rendendo frutos agora! Mesmo durante uma pandemia, consigo lançar músicas e alcançar as pessoas.

Como foi gravar o videoclipe? Porque foi gravar numa boate, que é um lugar que não vamos há muito tempo, então foi legal de ver!
Becky Hill: Foi engraçado. Eu fiquei com inveja porque enquanto eu fazia a minha maquiagem, todo mundo estava lá embaixo fazendo uma festa! Eu perdi um pouco disso! Mas sim, foi ótimo estar num lugar assim com outras pessoas à nossa volta novamente. Estou ansiosa para quando tudo poder abrir novamente.

- PUBLICIDADE -

Seu disco de estreia vai ser lançado em breve, neste ano. Imagino que esteja bem animada. O que pode nos contar sobre ele?
Becky Hill: Eu estou incrivelmente animada, sim! Eu tenho trabalho no meu álbum de estreia há quase 10 anos. Venho experimentando sons diferentes e finalmente me encontrei com a música dance. Eu queria fazer um disco que refletisse meu amor pela música dance, mas também o meu amor pela composição e pelo pop. Tem sido uma jornada interessante construir um álbum. Eu não sabia o quão estressante poderia ser, principalmente no final, quando você está perto de entregar o álbum. Acertar todas as produções, deixar as mixagens ótimas… Estamos num momento muito bom agora. Tem muitas músicas destes nove anos que eu venho escrevendo. Tem músicas que eu escrevi quando eu tinha 18 anos até músicas que escrevi com 26. Mal posso esperar para mostrar para as pessoas os meus 10 anos de trabalho duro.

Você já colaborou com o Bruno Martini, um artista brasileiro. Como essa parceria aconteceu?
Becky Hill: Bruno e eu temos a mesma gravadora, os selos estavam conversando entre si. Nós sabíamos como “Lose Control” tinha ido bem no Brasil. Pelo o que eu sou muito grata. Acho que chegou à disco de diamante. Realmente me surpreendeu todo o apoio. E eu queria encontrar alguém que fosse amado assim no Brasil também. Bruno Martini foi a combinação perfeita e ele me mandou muitas ideias diferentes. “Wake Up With You” começou como uma ideia muito pequena. Ele me mandou uma batida e já tinha uma melodia para os versos, com um pouco da letra. Eu então peguei essa melodia, criei uma letra nova, um novo refrão. Basicamente, escrevi a música aqui no meu quarto, sozinha, durante a pandemia. Os vocais eu fiz com meu amigo Ryan, que faz minhas produções vocais, mandei de volta e quando vi já estava disponível para todo mundo ouvir. Foi uma experiência muito boa, mas eu nunca o conheci! Então é um pouco estranho!

- PUBLICIDADE -

Tudo bem se não conhecer, mas você conhece mais artistas brasileiros?
Becky Hill: Eu conheço o Alok! Já ouvi falar que Alok é bem grande por aí. Na verdade, eu já conheci o empresário dele num show em Malta. A gente se encontrou com ele, eu estava com o meu irmão, e ele nos contou enquanto nos buscava no aeroporto sobre um cavalo que ele tinha. A história mais aleatória! Ele nos levou para ver o cavalo dele! Mas dai ele também contou que tinha um artista chamado Alok se apresentando no Ano Novo. Ele me mostrou o vídeo, com milhões de pessoas assistindo. Foi só quando a gente começou a estudar colaborações brasileiras que eu fiz 1+1 e pensei “Pera aí! Ele é empresariado pelo cara que me mostrou o cavalo!”

É, ele é bem famoso aqui. Quem sabe vocês colaborem no futuro?!
Becky Hill: Eu adoraria!

- PUBLICIDADE -

Falando de colaborações, com quais artistas você gostaria de fazer uma parceria no futuro?
Becky Hill: Eu sempre respondi essa pergunta com Calvin Harris. Eu amo as músicas dele desde que eu era adolescente. Eu adoraria fazer parte de um dos discos dele.

Você recebe muitas mensagens dos fãs brasileiros? Eles podem esperar uma turnê aqui quando for seguro novamente?
Becky Hill: É um dos meus sonhos! Eu tenho notado cada vez mais comentários no meu Instagram em línguas diferentes. Idiomas que eu não consigo entender. Eu adoraria fazer uma turnê pelo Brasil e eu preciso começar a aprender a língua também!

- PUBLICIDADE -

Gostaria de mandar um recado aos fãs brasileiros?
Becky Hill: Eu adoraria! Eu sei que ainda não nos conhecemos, mas iremos nos conhecer pessoalmente um dia. Eu adoraria ir ao Brasil. Vocês precisam me falar os melhores lugares para eu visitar. Esperem por mim, pelo meu álbum, e logo estarei aí!

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Becky Hill, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.

- PUBLICIDADE -
Jornalista e apaixonada por música desde que se conhece por gente.