Arctic Monkeys
Foto: Rafael Strabelli / Nação da Música.

A 8ª edição do Lollapalooza Brasil aconteceu de 5 a 7 de abril no Autódromo de Interlagos, e para o primeiro dia de festival, nomes como Arctic Monkeys, Sam Smith, Foals e Troye Sivan foram alguns dos responsáveis por levarem 78 mil pessoas ao local na sexta-feira(05).

Quer saber como foi o primeira dia do Lollapalooza Brasil 2019? Deixa com a gente! A Nação da Música conta um pouco sobre os shows que a equipe assistiu ao longo do dia e os erros e acertos do evento!

Valeu Lolla! x Ué, Lolla? 

No geral, a organização do festival está mais do que de parabéns! As filas quase não aconteceram nos bares espalhados pelo Autódromo, algo que em 2018, rendeu uma boa dor de cabeça para quem estava afim de beber uma cerveja. Outro ponto positivo desta última edição foi a água à vontade, fornecida por um dos patrocinadores (ao retirar um squeeze, era possível abastecê-lo nas estações quantas vezes quisesse) – mandaram bem!

As ativações das marcas chamaram a atenção do público, mas infelizmente as filas assustaram muitos. Para visitar a maioria dos espaços era preciso gastar um bom tempo esperando, coisa que nem todos estavam dispostos. E os preços do festival, bom, nada de novo. A cerveja estava custando R$13, e no primeiro dia, o gosto de plástico dos copos incomodou bastante – já no sábado e domingo, algumas providências foram tomadas e houve uma melhora (ufa!). Mas vamos ao que interessa?

Hora do show!

Portugal The Man
Foto: Rafael Strabelli / Nação da Música.

Portugal. The Man

A banda norte-americana Portugal. The Man foi uma boa surpresa tanto para os fãs como para quem resolveu parar no Palco Onix e escutar o som do grupo, isso porque nos primeiros minutos do show, um dos integrantes da banda convidou índios para se manifestarem a favor da demarcação de terras. Um grupo engajado como esses certamente é orgulho para os fãs, né?

Indios, Lollapalooza Brasil 2019
Foto: Rafael Strabelli / Nação da Música.

Ao longo do show, músicas como ‘Modern Jesus’, ‘Feel It Still’, ‘Live In The Moment’ e ‘Atomic Man’ fizeram parte do repertório.

- PUBLICIDADE -
Foals
Foto: Rafael Strabelli / Nação da Música.

Foals

A última vinda do grupo britânico ao Brasil aconteceu em 2016, e de lá pra cá, o quarteto lançou o álbum ‘Everything Not Saved Will Be Lost – Part 1’ (2019) – inclusive está em turnê de divulgação.

Para um festival, a banda fez um show dentro dos conformes, nada fora da curva. Hits como ‘My Number’ e ‘Inhaler’ agitaram os fãs, assim como faixas recentes, entre elas, ‘On The Luna’ e ‘Syrups’. Ainda assim, a maior parte da empolgação aconteceu por conta das ótimas composições do Foals, porque no quesito presença de palco e interação com a plateia…não rolou.

Sam Smith
Foto: Rafael Strabelli / Nação da Música.

Sam Smith

E o prêmio simpatia Lollapalooza Brasil 2019 vai para o premiado Sam Smith! Dono de Grammys e outras estatuetas concorridas do mundo da música, o britânico esbanjou encanto e estabeleceu uma sintonia especial com o público da primeira à última música do setlist.

Do ponto de vista estratégico, o repertório do cantor é muito bem desenvolto e funciona. Músicas mais calmas sucedem outras mais agitadas e vice-versa, uma combinação de mestre, ideal para manter a plateia curtindo o espetáculo do começo ao fim.

- PUBLICIDADE -

Canções como ‘Too Good At Goodbyes’, ‘La La La La’, ‘Stay With Me’ e ‘I’m Not The Only One’ marcaram a noite, assim como as dançantes ‘Latch’, Omen’ e ‘Promisses’.

Arctic Monkeys
Foto: Rafael Strabelli / Nação da Música.

Arctic Monkeys

Os tão famosos e aclamados ‘macacos do Ártico’ foram os responsáveis por formar um mar de pessoas no Palco Budweiser. A banda britânica foi um dos headliners da sexta-feira e fez um show de quase duas horas. Para aqueles que já haviam presenciado um show do grupo, nada de novo, Alex Turner continua monossilábico e pouco interessado em interagir com a plateia, mas ainda assim, arriscou alguns ‘obrigados’.

Por outro lado, o vocalista está em uma nova fase, sedutor e com um gestual mais solto, Turner encantou ao longo da noite. Entre os destaques da noite, músicas antigas, como ‘Dancing Shoes’ e ‘Teddy Picker’, além de hits do penúltimo álbum, entre eles ‘R U Mine?’ e ‘Why’d You Only Call Me When You’re High?’

E como era de se esperar, momentos mornos aconteceram durantes as faixas mais recentes do disco ‘Tranquility Base Hotel & Casino’. ‘Star Treatment’ e ‘The Ultracheese’ passaram despercebidas.

Deixe seu comentário no final dessa publicação, marque seus amigos que também curtem Lollapalooza Brasil, acompanhe a nossa agenda de shows e a Nação da Música através do Twitter, Facebook, Instagram e Spotify. Muito obrigado pela visita e por ler essa matéria! Confira nossa galeria de fotos do primeiro dia de Festival, tiradas através das lentes de Rafael Strabelli:

- PUBLICIDADE -

Fotos: @RafaelStrabelli / Nação da Música.TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Posted by Nação da Música on Monday, April 8, 2019