Bandas de A-Z: Especial Panic! at the Disco (Terceira Parte – Clipes e Apresentações)

“I Write Sins Not Tragedies” é o primeiro single com vídeoclipe da banda Panic! at the Disco, originada do primeiro álbum, “A Fever You Can’t Sweat Out”. A canção chegou ao sétimo lugar da Billboard Hot 100. O nome da canção veio de um romance escrito por Douglas Coupland em que o personagem principal, Tyler Johnson, diz: “O que eu escrevo não são pecados; eu escrevo tragédias”.

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -

O segundo vídeo clipe da banda é o da canção “But It’s Better If You Do”. Segundo Ryan Ross: “É uma canção sobre estar em um clube de strip, mas não gostar realmente de estar lá. Então, eu queria que isso fosse sobre o tipo complexo de monólogo interior. Mas não é completamente ficção. Ele é baseado em um cenário de quando eu estava passando por um rompimento com uma garota. Porque, na verdade, eu não gosto de clubes de strip. Eu acho que eles são meio pervertidos”. O título da música veio do filme “Closer – Perto Demais”. No filme, a personagem interpretada por Natalie Portman diz “Mentir é a maior diversão que uma garota pode ter sem tirar suas roupas… mas é melhor se você fizer”.

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -

“Lying Is the Most Fun a Girl Can Have Without Taking Her Clothes Off” é o terceiro vídeo clipe da banda, e o título também vem de uma frase do filme “Closer – Perto Demais”, que antecede a frase do nome da música do clipe anterior. O clipe foi dirigido por Travis Kopach e filmado em Los Angeles, Califórnia e chegou ao 39º lugar no UK Single Chart.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -

O último single, ainda do primeiro álbum, é a música “Build God, Then We’ll Talk”, lançada em março de 2007. Ryan disse que o clipe contém cenas impróprias para passar na TV, fazendo com que o clipe fosse “exclusivo a internet”. É considerada pela banda como a canção preferida do álbum, portanto não poderiam deixar de fazer um vídeo para ela.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- PUBLICIDADE -

O primeiro single do segundo álbum, “Pretty. Odd.”, é a canção “Nine in the Afternoon”. Foi a primeira música lançada sem a presença do ponto de exclamação no final de “Panic”. O nome da música veio durante um ensaio da banda em que eles não sabiam que horas eram e Spencer sugeriu que era “sete horas da tarde”. O nome foi mudado algum tempo depois para “Nine in the Afternoon” para entrosar melhor com as outras letras.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -

“That Green Gentleman (Things Have Changed)”, foi lançada em maio de 2008. O título do álbum já estava decidido antes da frase da música “Things are shaping up to be pretty odd” ser escrita. Ficou na 96ª posição do UK Singles Chart no ano de 2008.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -

“Northern Downpour” foi anunciada como próximo single da banda durante o MTV Music Awards de 2008, e que eles estavam trabalhando na ideia para o vídeo. Este vídeo mostra claramente a transformação da banda para este disco que, como dito por eles, teve forte inspiração nos Beatles.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -

O próximo single da banda americana, “New Perspective”, foi lançado em julho de 2008 fez parte do filme “Garota Infernal” e não faz parte de nenhum álbum de estúdio. A música começou a ser escrita por Brendon dois anos antes a respeito de um sonho que ele teve, mas só foi finalizada no verão de 2009, sendo coescrita por John Feldmann. Trata-se ainda do primeiro single desde a saída de Ryan Ross e Jon Walker e depois que o ponto de exclamação foi recolocado no nome da banda.

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -

“The Ballad of Mona Lisa” foi lançada em fevereiro de 2011, sendo o primeiro single do terceiro álbum da banda, “Vices & Virtues”. Urie escreveu a canção para expressar os conflitos pessoais e convicções muitos anos antes de sua produção oficial para o álbum. “Na superfície pode parecer que é apenas uma história de drama entre um cara e uma garota”, disse Brendon. “Mas é realmente sobre o que eu estive passando, uma luta interna dentro de mim, e lutar contra as dualidades da minha personalidade”.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -

“Ready to Go (Get Me Out Of My Mind)” teve seu clipe incluso no pequeno filme da banda, “The Overture” e esteve ainda nos créditos finais do remake de “The Smurfs”. Foi descrita pelos críticos como “nostálgica” por lembrar música dos anos 80.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -

Com o clipe lançado em 23 agosto de 2011, “Let’s Kill Tonight” é o terceiro e último single do terceiro álbum da banda. O clipe mostra uma performance em preto e branco e alguns trechos da banda em turnê. Em março de 2013, o vídeo já ultrapassava a marca de mais de 3.000.000 visualizações no YouTube.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- PUBLICIDADE -

“Miss Jackson” foi lançado em julho deste ano como single de estreia do quarto álbum de estúdio, “Too Weird to Live, Too Rare to Die!”. Tem a participação de Lauren Pritchard, conhecida como Lolo, uma cantora americana, compositora e atriz. Ficou em 68º lugar na Billboard Hot 100. “Miss Jackson é sobre algo que realmente aconteceu comigo quando eu era mais jovem. Eu nunca falei sobre isso e eu senti que se eu não falasse, eu iria continuar pensando nisso, e isso iria me deixar maluco. Quando eu era mais jovem, dormi com uma garota uma noite, dormi com a amiga dela na noite seguinte e não me importei sobre como elas se sentiram, ou como eu fiz com que se sentissem. E então isso aconteceu comigo e eu percebi ‘Uau, isso é o que se sente?'”.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

O single sucessor de “Miss Jackson” é “This Is Gospel”, também presente no álbum “Too Weird to Live, Too Rare to Die!”. A canção foi escrita sobre o vício de Spencer em drogas e ficou no laptop por meses até Brendon finalmente compartilhar ela com o resto da banda.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

O terceiro single do último álbum da banda, “Girls/Girls/Boys” foi descrita por Dallon Weekes como “estar centrado em volta de um complicado triângulo amoroso”. Quando falou sobre o vídeo para o single, Brendon disse que foi inspirado em “Untitled (How Does It Feel)” de D’Angelo.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

Apresentações:

Em 2006, a banda se apresentou durante o VMA com a música “I Write Sins, Not Tragedies”.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

Participaram também do programa Late Night with Conan O’Brien.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

A banda ainda se apresentou na Radio 94.7.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.