eagles.of.death.metalJesse Hughes e Josh Homme abriram o coração em entrevista divulgada pela Rolling Stone nesta terça-feira (22), ao falar sobre o impacto que o ataque terrorista em Paris teve sobre a banda, e a importância da campanha “Play It Forward”.

Como já dito várias vezes, o Eagles Of Death Metal estava tocando em Paris quando terroristas da ISIS invadiram a casa e mataram 89 pessoas – incluindo um membro da equipe. Hughes admite ter ficado bastante assustado com a situação, sem saber se conseguiria voltar ao palco novamente. Foi nesse momento que Bono e os membros do U2 se mostraram comovidos com a situação e resolveram ajudar os colegas. O vocalista conta que Bono o ligou um dia após o ocorrido e os dois rezaram juntos pelo telefone. Menos de um mês depois, os irlandeses levaram a banda consigo para seu show em Paris, onde juntos performaram um cover de “People Have the Power”, deixando o Eagles of Death Metal encerrar o show com “I Love You All The Time”: “Eles não precisavam nos dar o palco para a última música, mas eles fizeram. Tomaram conta de nós por completo”.

Três dias após o ataque, Duran Duran também se mostrou disposto a ajudar, oferecendo todo o dinheiro recebido pelo cover de “Save a Prayer” (feito pelo EODM no novo álbum) para a caridade. Tal ato de bondade inspirou a dupla a começar a campanha “Play It Forward”, usando uma de suas canções para levantar fundos para ajudar as vítimas: “Minha primeira ideia era que todos deveriam gravar um cover de ‘Save a Prayer’ para a caridade. Mas ‘I Love You All The Time’ era  a próxima música na setlist de Paris, o que a fez ainda mais simbólica”. Com o projeto lançado, grandes nomes da música como Florence + The Machine, Imagine Dragons e Kings of Leon se uniram a causa e divulgaram sua versão do single: “Eu não fazia ideia do quão rápida e sincera a resposta seria (…). Tem muita emoção por trás disso para nós, e maior que palavras”. Ouça os covers aqui.

Homme não estava presente naquele show em paris, mas vendo toda a comoção e união que o atentado gerou, pretende estar presente em mais shows da banda: “Tem um certo senso de urgência renovado, aquele sensação de ‘Eu preciso estar lá’ (…). Tudo isso foi… Algumas vezes não há palavras para descrever o que você sente sobre algo”. No próximo ano, o Eagles of Death Metal retorna sua turnê pela Europa, se apresentando novamente em Paris em fevereiro: “Não é da minha natureza deixar os caras malvados ganhar”, finaliza Hughes.

Não deixe de curtir a nossa página do Facebook, e acompanhar as novidades de Eagles Of Death Metal e da Nação da MúsicaOuça a versão da Florence + The Machine feat. The Maccabees para o single: