Joan Jett será homenageada no próximo “Rock and Roll Hall of Fame” que acontecerá no dia 18 de abril, e em uma declaração a Billboard a cantora falou um pouco sobre a ausência de mulheres na cerimonia e na própria cena do rock. 

“Deveria haver mais mulheres no Hall da Fama e mais mulheres no rock. Elas estão lá fora, elas só não tem a notoriedade que as meninas do pop tem. Vá a qualquer cidade e terá uma banda de meninas – é apenas uma questão da sociedade esperando para ouvir esse tipo de música. Mas o gosto das pessoas mudam, então você só tem que fazer o que você ama e torcer para que as outras pessoas amem também.”, disse Joan sobre a falta de destaque que as bandas femininas tem no mundo do rock.

A cantora também falou um pouco sobre as dificuldades que teve após sair do The Runaways e ter suas músicas rejeitadas por várias gravadoras: “Nós não poderíamos esquecer que éramos meninas – nós tínhamos que defender isso todo o tempo. Eu não conseguia fechar um contrato depois do termino do The Runaways. Eu mostrei para as gravadoras quatro canções: ‘I Love Rock ‘N Roll,’ ‘Crimson and Clover,’ ‘Do You Wanna Touch Me’ e ‘Bad Reputation.’ Todas as quatro dessas canções se tornaram hits, e todas essas gravadoras nos enviaram cartas de rejeição.”

Não deixe de curtir a nossa página no Facebook, e acompanhar as novidades de Joan Jett e da Nação da Música.