Justin Timberlake revela que sair do N Sync foi uma decisão “meio amarga”; Saiba mais

Justin Timberlake participou do programa da Oprah Winfrey no último domingo (11) e comentou um dos motivos que o levou a deixar a boyband N Sync, revelando que foi uma decisão “meio amarga”.

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

O músico contou que a decisão foi tomada após ele perceber o quanto estava mudado. “Eu acordava todo dia sentindo cada vez mais uma necessidade de seguir por conta própria e tentar fazer as coisas do meu jeito como músico”, revelou Justin. Ele ainda disse que o fato do sucesso do grupo ser tão imenso fez com que as pessoas questionassem ainda mais a sua decisão. “As pessoas ao meu redor diziam: ‘Vocês são o maior grupo do planeta. Por que você abriria mão disso?’. Foi uma das melhores e piores coisas que fiz. Foi difícil dizer adeus àquela era, mas eu sentia que estava mudando. Sentia que a música estava mudando e eu estava mudando”, completou.

- ANUNCIE AQUI -

O N Sync foi criado em meados da década de 90 e vendeu mais de 50 milhões de álbuns pelo mundo todo, sendo que seu segundo álbum, “No Strings Attached”, ainda detém o recorde de álbum mais vendido na semana de lançamento, com 10 milhões de cópias.

- ANUNCIE AQUI -

Em 2013, durante a épica performance de Justin Timberlake no palco do VMA, o grupo se reuniu brevemente para apresentar alguns de seus mais famosos singles, como “Girlfriend” e “Bye Bye Bye”.

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.