Limp Bizkit: banda teria gravado 35 instrumentais para o próximo álbum

Limp Bizkit
@RafaelStrabelli / Nação da Música
- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

Em meio à espera dos fãs pelo sexto álbum do Limp Bizkit, “Stampede Of The Disco Elephants”, o guitarrista Wes Borland revelou informações de bastidores do projeto.

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

Segundo informações publicadas na última segunda-feira (28) pela NME, em conversa com Johnny Christ, baixista do Avenged Sevenfold, no podcast “Drinks With Johnny”, Borland revelou que o Limp Bizkit gravou cerca de 35 instrumentais diferentes para o disco, e que a demora para o lançamento se deve à insatisfação do vocalista Fred Durst.

- ANUNCIE AQUI -

“Provavelmente estivemos, nos últimos 10 anos, no estúdio para tentar completar o álbum, quero dizer, sete vezes, para diferentes estúdios. Acho que temos 35 músicas gravadas instrumentalmente, e Fred fez os vocais nelas e depois jogou os vocais fora”, disse Borland.

- ANUNCIE AQUI -

“Stampede Of The Disco Elephants” foi anunciado pela primeira vez em 2012, e teve seu primeiro single “Endless Slaughter” em 2014. Relembre a faixa no player ao final desta publicação.

- ANUNCIE AQUI -

Como você pôde acompanhar aqui na NM, em maio um dos sucessos do Limp Bizkit, “Break Stuff”, ganhou uma versão em estilo musical da Broadway pelo canal no Youtube There I Ruined It.

Muito obrigado pela sua visita e por ler essa matéria! Compartilhe com seus amigos e pessoas que conheça que também curtam Limp Bizkit, e acompanhe a Nação da Música através do Twitter, Google Notícias, Instagram, YouTube, Facebook e Spotify. Você também pode receber nossas atualizações diárias através do email - cadastre-se. Caso encontre algum erro de digitação ou informação, por favor nos avise clicando aqui.

Torcemos para que tudo esteja bem com você e toda a sua família. Não se esqueça de lavar bem as mãos e se possível #FicaEmCasa, mas se precisar sair não se esqueça de usar a máscara! Cuide-se.

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

Jornalista, apaixonada por música, escorpiana, meio bossa nova e rock'n'roll com aquele je ne sais quoi