O baterista do Pink Floyd, Nick Mason, criticou o U2 por ter liberado “Songs Of Innocence”, último álbum dos irlandeses, gratuitamente no iTunes. Em entrevista a Rolling Stone, Nick disse: “Esse método de lançamento desvaloriza as coisas. A música tem sido horrivelmente desvalorizada por ser doada. É engraçado que eles não percebam isso. Essa tem sido a grande história do século XXI.”

Ao falar sobre o próximo lançamento do Pink Floyd, “The Endless River”, Mason comentou que o sucesso do álbum seguirá o modelo tradicional de lançamento.“Eles fizeram isso de forma errada, e eu estou orgulhoso de dizer que o que fizemos é faz parte de um conceito musical muito antiquado”, disse ele. “Nós estamos esperando que as pessoas possam realmente comprar este disco. Foi tão inesperado, eu pensei, e interessante que as pessoas tomaram tal ressentimento por alguma coisa por ela ter sido dada”.

O U2 decidiu liberar o novo álbum automaticamente e gratuitamente para todos os usuários do iTunes e isso atraiu uma grande quantidade de críticas de vários músicos. Dias depois, Bono pediu desculpas durante uma entrevista com fãs do U2 na página da banda no Facebook.

Bono revelou ainda que está trabalhando em parceria com a Apple em um novo formato digital que, segundo ele, “tão irresistivelmente excitante para os fãs de música que vai tentá-los novamente a comprar música”.

Não deixe de curtir a nossa página no Facebook, e acompanhar as novidades do Pink Floyd, do U2  e da Nação da Música. Confira um dos novos sucessos do U2:

- PUBLICIDADE -