Shows do Marilyn Manson não ocorrem na Rússia graças a protestos e ameaças de bomba

Os shows dos dias 27 e 29 de junho da turnê de Marilyn Manson na Rússia, acabaram de ser cancelados. A primeira data, dia 27, em Moscow, foi cancelada por conta de uma ameaça de bomba, quando Manson e seus músicos estavam prestes a entrar no palco. O cantor comentou o acontecido no twitter:

- ANUNCIE AQUI -
Lubeka

Ameaças de bomba cancelaram nosso show em Moscow, logo quando íamos entrar no palco.

- ANUNCIE AQUI -

O concerto de domingo (29), em Novosibirsk, não vai ser realizado graças a um protesto contra o show de Manson. O motivo é a grande presença de ortodoxos nesta cidad. Eles alegaram se sentir ofendidos pelo concerto que, para eles, promove o sadomasoquismo. Yury Zadoya, um dos protestantes disse: “As performances ao vivo de Manson parecem um parque de diversões com um cunho sadomasoquista. Sadomasoquismo é uma doença mental. Para que Novosibirsk precisa de um show desse tipo?“.

- ANUNCIE AQUI -

Os organizadores do show tentaram contornar a situação, porém autoridades de todos os níveis negaram a permissão. Sibirskie Gastroli, um dos organizadores do show, comentou: Autoridades de todos os níveis nos negaram a permissão para realizar o concerto no dia 29 de junho. Nós lutamos até o fim, mas a situação revelou-se mais forte do que nós, infelizmente. É, parece que Marilyn Manson não vai se livrar desses tipos de polêmicas que já o acompanham a muito tempo. O artista chegou a comentar novamente o acontecido via twitter. Veja:

- ANUNCIE AQUI -


Por que as pessoas que proclamam que a música inspira a violência, são os que criam tal entropia?

[youtube 8h3QLH_91G4]

- ANUNCIE AQUI -