The Vaccines “Queremos que nosso novo álbum soe terrível em 10 anos”

The.Vaccines

Em entrevista à NME na última quarta-feira (21), o The Vaccines falou sobre as motivações de seu novo projeto.

O novo álbum, intitulado “English Graffiti”, chega às lojas nesta quinta-feira (22) e o vocalista Justin Young disse que estava cansado de fazer algo “atemporal”: “Eu comecei a sentir que ser atemporal não é uma coisa boa. Eu queria fazer um disco que fosse importante em 2015 e soasse como 2015, sonoramente e emocionalmente. Nós queríamos fazer algo que soasse incrível ano seguinte e terrível em 10 anos. Se você ouvir qualquer coisa da década dee 1990 agora, será horrível, mas isso faz parte da sua identidade!”.

Young acrescentou também que o EP “Melody Calling” era um sinal para seu novo material:”Foi mais estilizado do que qualquer coisa que já fizemos antes. Temos ido um pouco mais longe do que isso agora. Uma gravação hiper-estilizada de uma forma que nunca trabalhei antes. Nada soa natural; é muito mais um futuro soando. Queríamos ser mais criativos e exploratórios. Nós queríamos fazer um registro de definição de gênero, em vez de algo que só iria se encaixar”.

No início da semana, o The Vaccines revelou o clipe single “Handsome”.

Não deixe de curtir nossa página no Facebook, e acompanhar as novidades do The Vaccines na Nação da Música.

COMPARTILHAR
Júlia Canedo: Estudante de jornalismo na cidade louca que é o Rio de Janeiro. Curte festinhas, futebol, cerveja, não é referência comportamental pra ninguém e gosta de dar pitaco em tudo. Apaixonada por música, do funk ao punk rock, pretende seguir a carreira de fã por muito tempo. Escreve pro Nação da Música, passa o seu tempo no twitter e ainda sofre por não ter conseguido ir à um show do Oasis.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!