10 nomes que se despediram da música em 2015

motorhead

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

- ANUNCIE AQUI -
@nacaodamusica

Para muitos fãs o ano de 2015 vai ficar marcado pelo falecimento de integrantes de suas bandas preferidas. Do rei do blues, B.B. King, ao ícone do rock Lemmy Kilmister, são muitos os nomes que deixarão saudades no mundo da música. Mais novos ou mais velhos, a morte desses artistas dificilmente será esquecida por seus fãs.

- ANUNCIE AQUI -

Esta semana a Nação da Música presta uma homenagem aos músicos que se foram em 2015, mas serão sempre lembrados pela originalidade, talento e qualidade.

- ANUNCIE AQUI -

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -

Lemmy Kilmister – Vítima de um câncer recém-descoberto, o fundador e vocalista do Motörhead morreu dia 28 de dezembro, aos 70 anos. Junto com ele, a banda parece ter acabado também, já que o baterista Mikkey Deed confirmou que sem o vocalista o grupo não existirá mais.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -

B.B. King – Portador da doença de Alzheimer, o rei do blues morreu no dia 14 de maio. O músico tinha 89 anos  e já sofria com uma série de problemas cardíacos e diabetes. A morte foi cercada por polêmicas, entre elas levantada pela filha de King que afirmou que o pai teria sido envenenado por sócios. Porém, exames médicos descartaram isso.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- PUBLICIDADE -

Scott Weiland – Ex-vocalista do Stone Temple Pilots e do Velvet Revolver, Scott sofreu uma overdose de cocaína, álcool e MDA. O vocalista de 48 anos foi encontrado morto no ônibus de sua turnê no dia 3 de dezembro. Considerado um nomes mais importantes do grunge, Scott lutava contra a dependência química há mais de 20 anos.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -

Renato Rocha – Ex-baixista do Legião Urbana, o músico foi encontrado morto no dia 22 de fevereiro em um quarto de hotel. Dependente químico por muitos anos, Renato estava se tratando em uma clínica de reabilitação. O músico tinha 53 anos e sofreu uma parada cardiorespiratória, possivelmente, em decorrência do abuso de antidepressivos.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -

Júpiter Maçã – Outro nome do rock nacional morto este ano, o gaúcho de 47 anos de idade sofreu uma falência múltipla de órgãos. Ex-integrante das bandas TNT e Os Cascavelletes, Flávio Basso, o Júpiter Maçã foi  encontrado em sua casa, em Porto Alegre (RS). O músico passava por tratamento cotra cirrose e outras complicações de saúde pelo uso de drogas.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -

Bob Burns – Vítima fatal de um acidente de carro, o ex-baterista do Lynyrd Skynyrd morreu no dia 3 de abril, aos 64 anos. De acordo com a Polícia, o músico estava sozinho quando perdeu o controle do carro e bateu em uma árvore. Um laudo apontou que Bob não usava cinto de segurança na hora do acidente.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -
- ANUNCIE AQUI -

John Bradbury – Baterista do The Specials, o músico de 62 anos morreu no dia 29 de dezembro. A morte foi confirmada pela família, que não deu deu detalhes das causas. John era considerado um dos mais importantes bateristas do ska, tendo influenciando gerações de músicos ao longo dos anos.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -

A.J.Pero – Encontrado morto dentro de um ônibus no dia 20 de março, o baterista sofreu uma parada cardíaca aos 55 anos. O músico fez parte da formação original da banda de metal Twisted Sister, entre 1982 e 1986, retornando em definitivo em 2003. No momento da morte ele viajava com o grupo Adrenaline Mob.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- ANUNCIE AQUI -

Randy Howard – Um dos ícones do country, o cantor foi morto por um policial no dia 11 de junho. Ele teria resistido à prisão durante uma abordagem e trocado tiros com o agente. Aos 65 anos, Randy respondia a processos por direção sob efeito de álcool, posse de drogas e arma de fogo.

Inscreva-se no canal da Nação da Música no YouTube, e siga no Instagram e Twitter.

- PUBLICIDADE -

Natalie Cole – Filha de Nat King Cole, a cantora de soul morreu no dia 31 de dezembro. Ela tinha 65 anos e sofreu uma parada cardíaca. Diagnosticada com Hepatite C, Natalie passou por um transplante de rim em 2009 e convivia com uma série de doenças em decorrência do uso de drogas como cocaína e heroína.

Não deixe de curtir a nossa página no Facebook, e acompanhar as novidades da Nação da Música.