5 Motivos para você parar o que está fazendo e ouvir Bishop Briggs

bishop-briggs
Foto: Chad Kamenshine

Talvez você ainda não tenha ouvido falar de Bishop Briggs. Ou está com a sensação de que já leu esse nome em algum lugar. Independente do que seja, estamos aqui para apresentar essa nova cantora para vocês.

Bishop nasceu em Londres, mas passou a maior parte da infância e adolescência em Tóquio e Hong Kong. Hoje, mora em Los Angeles e está começando a se destacar na cena musical. Bishop Briggs é o nome artístico de Sarah Grace McLaughlin e foi inspirado na cidade que seus pais nasceram, na Escócia.

Nação da Música reuniu 5 motivos para você parar tudo que está fazendo e começar a ouvir Bishop Briggs. Confira:

# Vocais poderosos
Uma das características que mais chama a atenção em Bishop Briggs, quando você conhece suas músicas, é a habilidade vocal. Ela é uma mistura de Florence Welch, com Birdy e Halsey e sabe tanto atingir pontos altos e fortes como ser suave e delicada.

# Trap Soul
É assim que a cantora identifica seu estilo, que possui uma grande mistura de sons. Hip hop, eletrônico, folk e rock são alguns dos tons que podemos ouvir nas faixas que Bishop já divulgou. Em entrevista, a artista revelou algumas de suas maiores inspirações: Alabama Shakes, Jack Garrett e Coldplay.

# “River”
Sua música mais conhecida, a que ajudou na sua ascensão, se chama “River” e reúne números impressionantes para alguém com carreira tão recente. A faixa já foi reproduzida mais de 17 milhões de vezes no serviço de streaming Spotify e mais de 2 milhões no Youtube e no Soundcloud. “River” também chegou a ficar no Top 10 das paradas de rock e alternativo.

# Coldplay
Além de ter revelado a banda como uma de suas influências pessoais, Bishop Briggs tem uma relação ainda maior com os britânicos. Ela foi uma das atrações de abertura em diversos shows da turnê “A Head Full Of Dreams”, pela Costa Oeste dos Estados Unidos, e Chris Martin até deu alguns conselhos para a moça. Em entrevista para a Rolling Stone, Briggs contou que desabafou com o vocalista que estava triste de deixar a turnê e ele soltou algumas palavras de sabedoria, que fizeram com que a cantora refletisse sobre seu futuro: “Está tudo bem. Você não quer ser atração de abertura para sempre”.

#Primeiro álbum
Por enquanto, Briggs só liberou algumas músicas de trabalho, na sua conta do SoundCloud e no Youtube, mas em breve teremos um disco completo da cantora. Previsto para o começo de 2017, o primeiro álbum de Bishop será lançado pela Island Records e já está sendo preparado! Enquanto ele não sai do forno, nos resta aguardar ouvindo as músicas que já foram lançadas…

Não deixe de curtir a nossa página no Facebook e acompanhar as novidades da Bishop Briggs e da Nação da Música.

COMPARTILHAR
Marina Moia

Jornalista, bauruense de coração e apaixonada por música desde que se conhece por gente. Viciada em séries, amante de livros e colecionadora de batons coloridos.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!